A menina que esqueceu que era estrela

Padrão

estrelas

Menina
De onde você tira tanta força e coragem?

Nestes dias que a vida vem te desafiando a desenhar um novo destino
Rever seus começos e testando seus fins

Em dias que você tenta vencer a distância dos percursos
Dos trajetos e sonhos
Que a vida impõe duras e algumas vezes intangíveis

E nos momentos em que as inversões ocorrem
Quando tudo o que você mais deseja é um colo

E um dia a certeza

Tem que oferecer a exata medida de tudo isso aos que estão ao seu redor
Temerosos com os dias incertos

Para que Deus você reza
Direcionando toda a sua fé para que um dia a vida possa se fazer leve
Linda e voltar a sorrir com a alegria de confetes
Como em dias de carnaval

E você busca asilo em suas festas
Nas músicas com batidas que fazem você esquecer
Que a vida te fez adulta
Um corpo de mulher

Mas o coração de uma menina que já apanhou bastante
E quer mostra para o mundo que ainda sabe sorrir
(Apesar de tudo)

E em muitas vezes parece que a vida tenta virar do avesso
Tentando testar seus limites
Suas escolhas e acima de tudo
Te confrontando com a realidade das coisas que não podem ser explicadas
Só com palavras

O que está na alma
E que nunca, em existência alguma há de extinguir

O seu amor, a sua fé
A sua alegria
Sua risada mais linda e cativante
Suas palavras inteligentes e articuladas com sabedoria e displicência

E no meio de tudo isso
Olhe para é céu
Não apague as estrelas

É de lá que você veio
E apesar de tudo
Um dia há a certeza de voltar para lá.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s