Fim do nada

Padrão

dedinhos

Chegou o dia
Entre tantos pensamentos
Reflexões e experiências

O que vivemos foi bom
Eu sei
Valeu a pena
Concordo

Mas sempre há de haver um fim
Antes que as coisas se percam
E um de nós saia machucado dessa história

A vida oferece oportunidades
Momentos bons e momentos ruins
Podemos escolher qual deles guardar
Em nossas memórias

E neste momento
Escolho partir
Me afastar
Ir embora

E permitir que novos sentimentos
Emoções e sensações
Possam ser experimentadas por nós dois

Em outras vidas
Outros corações

Porque o que havia de ser assim foi
E hoje estamos repetindo frases, momentos
Fingindo que o que temos é interessante

Quando sabemos a verdade por trás do olhar
Do beijo e do toque

E esse vazio não será jamais preenchido por nós
Até porque jamais existiu nós
Não é mesmo.

Fique
Com suas melhores memórias de mim
Meu melhor sorriso
Minha melhor piada
Meu melhor beijo e tudo mais que convir

E ficarei com minhas lembranças também.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Fim do nada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s