Alô?

Padrão

telefone mudo

Meu celular começa a tremer em cima do móvel, nem vou correndo atender, pois palavras ditas não são minha especialidade.
Minha especialidade é ouvir… E quando vejo de quem se trata, bate um desespero no meu ser.
Você só me liga para falar, falar, falar… e quando você fala, você não se ouve.
Quando você fala, o seu mundo te sufoca e na sua angústia, você liga para desaguar
E deságua em como uma tormenta de idéias, de confusões, de sujeiras que você insiste em carregar dentro de si
Dejetos de um passado e de uma loucura que você insiste em carregar dentro de si
E essa é sua verdade
E você acredita piamente que são provações para aprovações
Inveja das pessoas que desejam, desejam algo… mas que na verdade nem você sabe o que eles desejam
Porque na verdade nem você deseja mais nada
Você quer apenas o milagre da vida operando em sua existência
Milagre para se libertar e ser feliz
Mas você não suporta nada disso
Porque no final das contas você não sabe ser
E está sempre correndo o risco de tropeçar em algo
E novamente o telefone toca e é você me ligando para contar que algo impossível aconteceu com você
E você estranha, pois não sabe lidar com a felicidade e não se sente merecedora dela
E volta a rodar, rodar e rodar
E se perde
E na sua perdição, você encontra o seu ponto de equilíbrio
E para encerrar a conversa, eu te pergunto o porquê de tudo isso…
O telefone fica mudo
Problemas da vida moderna.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s