E se for verdade?

Padrão

segunda chance

Hoje eu fui chamada para uma reunião.
Acordei cedo, tomei banho, café da manhã…
Organizei minhas coisas.
Peguei me carro e fui até o local combinado.

Ao entrar no local da reunião, tudo transcorria normalmente.
Fiquei aguardando na sala de espera, lendo uma daquelas famosas revistas de celebridades, ostentando e mostrando como a vida deles é ryca e legal.
Folheando algumas páginas, até que a recepcionista informa que eu já posso entrar.

Ao entrar na sala, pude verificar os toques de elegância e delicadeza na decoração
Fiquei observando tudo ao redor, quando uma mulher se aproximou de mim, me cumprimentou e me convidou a sentar.
Ela transparecia ser uma pessoa educada, observadora, atenciosa e sensata.

Me fez algumas perguntas corriqueiras, para ver se eu estava me sentindo a vontade e após alguns minutos chegou ao ponto central do nosso encontro.

A pergunta foi a seguinte:

Se hoje for o seu último dia de vida
O que lhe resta?

Fiquei olhando para ela, sem entender do que se tratava… Mas atordoada com a questão.

Passado pouco tempo e eu em silêncio, ela continua…

Quais foram suas conquistas que lhe trouxeram felicidade?

Qual é a sua lembrança de infância que mais lhe traz orgulho e alegria?

De quem você sente mais falta?

De quem você sentirá mais falta?

Alguém sentirá a sua falta com a sua partida?

Do que você mais se arrepende até hoje?

Você realmente fez tudo o que você queria?

Você realmente viveu a vida do jeito que era para ser vivida, ou passou seu tempo se lamentando, olhando para trás? Pensando nas possibilidades das coisas que poderiam ter sido diferentes e você não conseguiu mudar…

E as promessas que você fez e jamais chegou a cumprir?

As coisas que você gostou muito de ter começado um dia e por motivo algum deixou de lado?

Os controles aos quais você se submeteu e se submete… serviram e servem do que?

Você disse eu te amo para as pessoas certas?

Você teve coragem de dizer para algumas pessoas que você não queria mais a amizade delas?

Por um minuto ela ficou me olhando nos olhos e em silêncio… Com o mesmo semblante sereno de antes.

Minha cabeça girando como se tivesse sido entorpecida por algum tipo de substância

Me mostrou um filme, o filme da minha vida…
Meu nascimento, meus primeiros passos…
Pude ver rostos de pessoas que ficaram em meu coração e no passado…

Me emocionei e chorei…

Minhas primeiras palavras, o carinho e amor de alguns para comigo…

Aquela menina que tinha uma vida inteira pela frente.

E o tempo foi passando, aquela menina foi crescendo…
O meio, a família, a biologia, a genética, a fé, a cultura, tudo… influenciando diretamente as decisões e interesses desta pequena.

Momentos de felicidade…
Momentos de tristeza…
Perdas, conquistas, altos e baixos…
E no meio deste trajeto, aqui está você hoje…

O que me diz?

Se você for embora deste planeta hoje, você se dá por satisfeita?
Você fez tudo o que estava nos seus planos?
Você consegue entender a complexidade e a responsabilidade sobre tudo isso que lhe está sendo apresentado hoje?

Você se lembra que um dia falou sobre garantias?
Elas não existem, mas hoje, você está tendo a chance de refletir sobre o que foi feito até agora e o que não está alinhado e que pode ser mudado.

Você concorda?
Sim….

Meu despertador tocou…
Acordei assustada…

Me sentei na cama, olhei ao redor…

Meu Deus! Isso foi um sonho ou um presente?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s