Minha falta

Padrão

a culpa

Se naquele dia lhe dito sim
Só Deus sabe os caminhos que a vida teria hoje
Quais seriam os gostos, os risos, as descobertas

E hoje a dor rasgas o meu peito
As lagrimas cortam o meu rosto
O meu coração partido balança em descompasso

Se eu tivesse dado aquela chance
As coisas poderiam ser diferentes
E a dor que hoje faz morada em minha alma
Poderia ter outro tom, outros timbres

Se eu tivesse dito sim
Eu não viveria de olhar para trás
E acreditar que a vida poderia ter sido diferente

Porque simplesmente eu disse não
E as portas se fecharam
E agora eu vivo da solidão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s