Nos braços da solidão

Padrão

só

Me deixa sozinha

Hoje eu não quero falar com ninguém
Nem ouvir vozes, palavras, ecos de pensamentos alheios
Hoje eu quero ficar comigo
No silêncio do meu quarto

Entre lençóis e travesseiros
Que confortam a dor da solidão
Que acolhem o vazio e o escuro
Dos pensamentos que insistem em me acompanhar

E hoje eu vou ficar aqui
Tentando me esconder do mundo
E dos pensamentos que voltaram a me assombrar
E querem levar de mim algo que eu não tenho a oferecer

Uma vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s