A culpa é minha

Padrão

trair

Eu não tive coragem
A vergonha e o medo
Me paralisaram
Foram mais fortes do que eu

E eu fugi
Silenciei
Fingi
Te trai

E foi a pior traição
De toda a minha vida

Quando compactuei
Com a história que não me pertencia
Com a história que era mentira

Mas eu tentei
Tentei te mostrar
De todos os jeitos
Possíveis e inimagináveis
Que era uma cilada

Mas nunca diria com as palavras
Que me foram concedidas
E confidenciadas

Mas você se deixou levar

E demorei para perceber que isso já faz parte
E que a mentira é sua melhor morada
O seu lugar predileto no mundo

E que tudo aquilo não fazia mais sentido
Não importava mais
Porque é ai que você gosta de estar

De se tratar
E ser tratada
Ser reverenciada
No bailar da mentira
Da ausência
Da traição
Do gosto amargo que fica
No final de tudo…

Fique ai
Onde você se colocou
Onde se permitiu ficar
E é seu lugar predileto no mundo

Adeus
Adeus de tu
E de ti
E dele
Que nunca existiu

Ao meu lugar
Eu retorno
Com a serenidade
Que me pertence
E ninguém nunca mais roubará

Pois nunca mais permitirei
Ocupar
Ser Ocupada
Ser
Neste lugar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s