Um ano…

Padrão

Cupcake with Number One Candle

Hoje eu faço um ano nesse mundo virtual.

Lembro quando comecei a pensar, escrever ou não escrever, era eis a questão.

Na verdade eu sempre escrevi.

Lembro das minhas manias, que eram quase um TOC para controles e escrever e querer fazer a vida ter um sentido através disso.

Das agendas que eu ganhava a cada virada de ano e eram o território sagrado das palavras e confidências.

Das cartas que eu escrevia e achava que eram os melhores presentes que as pessoas podiam ganhar. (Uma forma de dar uma parte do meu coração em palavras…)

E com o passar do tempo meu lugar predileto no mundo, onde a vida ganhava um sentido, onde eu podia ser quem eu era e quem eu sonhava secretamente ser um dia.

Da vida que eu desejava mais do que tudo e dos amores que mantinha com seus codinomes para nunca serem descobertos.

E com o passar do tempo, as agendas foram destruídas e a vida de gente grande ganhou espaço e me distanciou do mundo das palavras.

E quando eu tinha um tempo, um sentimento transbordava no meu peito…

E durante a segunda graduação, comecei a fazer terapia, e lá as palavras eram bem ditas e bem escutadas e ganhavam outros tons e se encaixavam e de uma certa maneira, acalmavam a minha alma. Então, escrever tinha sido sublimado e canalizado para outros fins…

Depois, com as voltas que vida deu e as voltas que vida dá, as palavras imploravam para ganhar um novo lugar.

E eis que surge o blog Estrela Mari.

Timidamente começou, e um desejo absurdo de ser anônimo, com receio do que pensariam ou diriam.
E descobri que as pessoas que eu desejava que o vissem, jamais acessaram este canal.

Mas um presente muito mais interessante chegou a minhas mãos: pessoas que eu nunca imaginaria, começaram a me seguir e a expressar suas idéias e opiniões sobre os textos e esses “camaradas virtuais” fazem companhia nesse novo mundo e de uma grande maneira são incentivos e ganhos que são quase impagáveis.

A partir disso, a gratidão se fez presente também neste aspecto.

E acabei inventado outras modas, com outros blogs…

Mas o mais importante de tudo, os blogs me ofereceram algo que eu nunca poderia imaginar na vida e isso não tem preço.

– Confiança (Em mim e em minhas palavras);
– Humor (Posso chegar em casa depois de um dia feliz ou tenebroso e escrever e isso faz a diferença);
– Sigilo (Você nunca saberá se me inspirou em um texto bom ou um texto ruim);
– Meu blog, minhas regras;
– Aprendi a não esperar tanto dos outros e ficar preocupada com a exposição que as palavras trariam, e pelo contrário, elas são o que são e ponto final: as pessoas e as palavras.
– Etc.

Então hoje é um dia que merece ser comemorado, como tantas outras coisas que a vida ofereceu, oferece e oferecerá.

Escrever é inspirador; é libertador; e faz a diferença, pois permite que acessemos nosso universo particular, nossas potencialidades, nossos sonhos e nos liberta, nos engrandece e nos permite enxergar além.

Aqui fica meu agradecimento a quem acompanha, quem lê, comenta e a todos os que o wordpress me apresentou e me fez ser uma pessoa maior, melhor, mais livre, leve e inspirada.

E se o tempo, as palavras, as inspirações e a vida permitirem, que venham novos textos e novas possibilidades!

A você que está lendo isso, meu muito obrigada!!!

Obrigada!
#gratidão

www.estrelamari.wordpress.com
www.marilicezanato.wordpress.com
www.ordensdoamorblog.wordpress.com

Anúncios

8 comentários sobre “Um ano…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s