Para você

Padrão

escada-luzSabe menina
Você nunca vai saber

Que um dia
Há muito tempo atrás
Eu fui você

Nos desejos
Descompassos
Desencontros
Desencaixes
E devaneios

No desejo de ser
Ter e querer
Que o mundo todo
Pudesse caber
E me pertencer

Que as coisas fossem
Na simplicidade do meu querer
Na realidade que meu coração
Era capaz de enxergar e acreditar

Que tudo aquilo não passava de um pesadelo

E eu construí um pesadelo
Muito parecido com o seu

Mas o meu erro
Foi diferente

Eu entreguei meu coração a alguém
Que colecionava corações
E fui mais uma

E de tanto querer
Desejar e não acreditar
Que um dia
Em uma esquina qualquer
Eu pude ver ele lá
Pertencendo a uma lata de lixo

Do lugar que ele deixou eu ocupar
E eu pertenci a esse lugar
Por muito tempo

E sabe menina
Eu senti
E eu te entendo
De tudo o que você me dizia

Mas isso você nunca poderá saber

E para além de tudo isso…
Eu fiz igual…
Na exata medida do que você fez…

De querer que o fim fosse
O meu ponto de equilíbrio
Onde as coisas voltassem a ser
Onde eu pudesse ter paz
E sentido
E o fim da dor

E hoje
A dor não existe mais

Mas isso eu nunca poderei lhe dizer

E esse é mais um segredo
Que guardarei em meu coração

Mesmo você não sabendo

As minhas lágrimas
Em silêncio
Transbordaram em você

E no descompasso do tempo
Do que não tem sentido hoje
Desse coração desesperado
Dessa alma em descompasso
Da ordem ausente

E o tempo
É seu melhor amigo…

Mas talvez
Você nunca saiba disso…

Você nunca poderá saber
De mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s