A lua e eu

Padrão

lua

Teu silêncio chegou aqui
E me fez pensar
Em tudo o que houve
Na minha falta
Na tua ausência

E no telefone que não tocou
Das palavras que não chegaram
De você me chamar para ficar
Ou para passar
Para ser
Ter
Ver
Querer

Te
Ver
Querer

De nada

Nada disso

Porque não houve
E o silêncio
Das tuas palavras

Me fez pensar
No silêncio que me dei
Me fiz
Me permiti

Do lugar que não ocupo
Não ocuparei
Na sua vida

Mas mais ainda
Na minha vida

Esse silêncio ecoando
Aqui dentro
Do meu vazio
Que você deixou

E no meio dessa noite
Silenciosa
Barulhenta
Do tic tac do relógio
Dos automóveis na rua
Das estrelas lá em cima

E da Lua
Ela me entende
Na solidão
Da sua presença
No vazio

No vazio das palavras
Que ecoam nessa noite estrelada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s