Silêncio

Padrão

mascara-1

Você não me ligou mais
Não me mandou nenhuma mensagem
Não curtiu nada

E agora não sei nem seus horários
Seus hábitos
Seus lugares
Onde você se esconde
Com quem você está

Tudo são apanhados
Que eu caço
No silêncio
Na ausência
E na loucura
Que meu coração me conduz

De que lugar estou falando?
De que sentimento me esquivando?
Da vida que foi

E que é

E sempre será desse jeito
Por circunstâncias

Que nunca haverá de haver
Nós dois

Porque você me diz que o que há
Basta

Basta ao que?
Basta a quem?
Serve…

Do interminável Plano B
Que não serve de nada
Pois nunca me colocará
No lugar da atriz principal

Serei sempre
Aquela
Dos bastidores

Quando as cortinas se fecham
As luzes se apagam
E o espetáculo
Silencia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s