Errei a conta

Padrão

saida

Eu nunca imaginei que isso fosse acontecer
Eu tinha planejado todos os passos
Feito tudo certinho
Eu sempre fiz e faço tudo certinho
E agora me pergunto para quê mesmo?
Se a vida sempre escolhe seguir outra direção
Como se eu sempre quisesse andar a cavalo
E descobrisse que era um jumento
Andando em um pônei
Fui derrubada
Por minhas escolhas
Os lugares que eu ousei
Os lugares que eu quis
Eu nem sabia que eu sabia querer
Eu nem sabia que eu quis
E agora me pergunto para quê?
Da vida que nunca será vivida
E o porque de tudo isso
Para quê mesmo de tudo isso
E para que deus eu peço
Com que deus eu converso
Para onde eu vou
Se agora nada mais tem sentido mesmo
Nada mais tem lugar
Essa vida já bastou
E o recado foi dado
Entregue a ficha ao sair
Que ficha?