Escolhi

Padrão

lixo-no-coração

Você me fez acostumar
Fingir que está tudo bem
Ouvir só o que eu quero
Não me esforçar para entender
E não me esforçar para querer

Não tinha me dado conta
Que para estar com você
Eu fingi

Mas antes disso tudo
Você só apareceu
Porque o teatro assim pediu

E eu já fingia há tempos
Nesse espetáculo vazio
Nessa vida inventada
No sucesso mascarado
Da vida que é boa e plena

Mas ela é mesmo

No querer fazer sentido
Ser vista e entendida
De aceitar o que é dado
Eu me tornei metade

Da mulher que eu sei ser
Do que eu achei que era
Do que eu queria ser

E hoje
Entendi
Que não querer mais
Da preguiça de viver isso
Diz respeito a você

Eu quero inteiros
Eu quero mais
Eu estou pronta…

Você só acena ao passado…

E hoje eu escolho
Partir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s