Que cor eu vou?

Padrão

alergia-esmaltes

Nas pontas dos dedos
Eu me defino
Nas cores que escolho

Semana passada foi cinza
Não mais nas roupas
Apenas nas unhas

Como uma expressão do que havia
De existir na alma

Depois foi para o azul
Escuro
Mas não significava
O que era para ser
Foi apenas por acaso

E neste acaso
A semana toda foi assim
Destes encontros
E tudo era azul
Em todos os lugares
Achei divertido

E hoje
Me segurei para não sair correndo
Ir a loja mais próxima e me jogar
Porque eu queria vermelho
Mas não os vermelhos que eu tenho
Eu queria um vermelho
Que já está guardado

Respirei fundo
Me fiz de besta
Como se enganasse uma criança

E passei rosa
Nunca passei rosa antes
Eu não sou uma menina de rosa

Na verdade eu não tinha me dado conta
De ser uma menina

E dormi em cima da cor

Amassei o rosa
Mas fiquei pensando
Que essa é minha expressão
A minha forma de autorizar
De aceitar e talvez reverenciar

A parte menina
Que deixada de lado ficou
Por muito tempo

Mas educadamente eu peço
Venha
Eu cuidarei bem de você…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s