Amor

Padrão

amor1

Oi
Você nunca soube e nunca vai saber
Um dia eu te escolhi
Quis querer te

Dos olhares que se cruzaram
E da estranha sensação
De que um dia
Já houve nós dois

Daquelas certezas
Que não se explicam
Das coisas que a vida oferece
E a gente só pode agradecer

Da sua presença
Do seu sorriso
Do lugar que você ocupa
Em sí e na vida

Da leveza que existe
Quando você se faz presente

Do seu sorriso
O sorriso mais lindo
Do seu abraço
O melhor abraço

Das suas palavras
Que são enigmas
Que finjo não entender
Para deixar a conversa nos levar

Mas finjo não entender
Que você quer algo
Que não sei se poderei oferecer
Porque desta condição
Eu me recuso a pertencer

Então
Finjo não saber
Finjo não entender
Finjo não perceber

Dessa loucura
Me equilibro
E você acredita

Mas se não fosse assim
Eu prometo que aceitaria
Eu prometo que sim

Sim
Eu te daria meu mundo
Em troca do seu.

Tenha fé

Padrão

realeza

Seus olhos com lágrimas
Se esforçando para não chorar
Como se fosse um desafio maior
Ser forte acima de tudo

E quando você me disse
Que queria tanto
Sabia bem o que queria

Por um instante
Olhou para o chão e recuou
Dizendo que talvez…

E me fez pensar
Que não existem histórias erradas
Nem os tropeços são errados

E quando você lá atrás
Teve de recalcular a rota
E acabou se sentindo mal porque a vida
Criou novas alternativas

E você disse que talvez pudesse ser evitado

Mas já tinha tanta coisa para ser evitada
Segurando a barra da vida dos outros
E sendo a fortaleza do mundo lá fora

A vida te deu
O presente que faltava
Te colocou no lugar certo

E você mesma disse
Não há vida depois disso…

Então a verdade e a certeza é essa
De ganhar o presente que veio
De conhecer novos caminhos
E a certeza era essa

Quase um tombo
Mas que te fez levantar
No lugar certo
Na vida certa
Encaixada onde sempre foi o lugar certo

O lugar do amor!

Te entendo na alma

Padrão

PRINCESS

Você me disse que tem que ser forte
Que tem que dar conta do mundo
Das coisas e estar lá
Para o que dér e vier

E que não estar bem
Te coloca em um lugar estranho
Porque os outros precisam de você

E você se diz responsável por isso

E me disse que se as pessoas
Tem diante delas mesmas
As possibilidades e caminhos
Para fazerem o bem
E elas não o fazem…
Isso tira delas o que pode haver de melhor
Mais puro e nobre em uma existência…

Te olhei
Tentei entender
Compreender a profundidade das suas palavras
Na hora demorei para entender
E processar a grandiosidade do que me era oferecido

Talvez
Neste momento
Você também estivesse falando de si

De estar em falta com o mundo
Com as pessoas que esperam
O seu sorriso
O seu bom dia
A alegria que só você tem…

De alguma maneira
Estar em falta com você mesma…

Então menina
Te peço
Só por hoje

Confie
Que a vida que se oferta
Que lhe é oferecida a cada amanhecer
É sua…
Só sua

E se a bondade
Não lhe ocorre onde estás

Não se culpe
Não se torture
Não pegue para você
Não seja escudo…

Pois sendo escudo
Tu escondes de ti mesma
Todo o amor que há a ser oferecido
E que as pessoas esperam de ti!

Porque tu és menina…
Luz!

E quando ela é da alma
Não há desencaixe
Não há dúvidas
Não há incertezas…

Se isso te aflige…
Tenha certeza:
Isso pertence apenas as trevas que estão ao seu redor.

As vezes brilhar dá trabalho…

Você pediu

Padrão

fim-1

Eu fiz tanta força
Sem saber
Que eu estava
Perdendo tempo

Eu fiz tanta gentileza
Porque achei
Que era assim

No final das contas
Eu menti
E nem sabia que era
Ou se tratava disso

Eu menti
Menti despretensiosamente
Descaradamente
Absurdamente

Para mim
Sobre você

Quando a história toda
Era a verdade
Do que você me mostrou
Ou do que eu percebi

Mas eu queria ver
Só o que eu queria ver

E você
Disse
As palavras mágicas

Do que eu não sabia
Que eu já sabia
E que eu achava
Que podia mudar
Ou podia fazer
Diferente

E depois desse dia

O seu sim
Me fez não

O seu sim
Me tornou fim

E sem você perceber
Eu parti

Para nunca mais voltar.

Para uma princesa

Padrão

coroa

Aquele dia de começar
De entrar no lugar novo e desejado
Você me recebeu
Abriu as portas para mim
E deixou eu entrar

Mesmo desconfiada
Você deixou eu entrar
E me ensinou do A ao Z

Mas me ensinou o que ninguém um dia ousou
Me deu sua amizade
Uma parte de seu coração
Seu melhor sorriso

Das palavras que você me ofereceu lá atrás
Do conforto em manter tudo sob controle
E de ter todas as respostas na ponta da língua

E hoje
Resumiu sua história de vida
Em um tempo de um almoço

Me ofereceu
Novamente o que só você sabe
Mas a emoção disso que não é explicado
Dessa sintonia que sempre houve
Sem nunca nenhuma palavra ter sido dita

E hoje
Eu
A pessoa das palavras
Ficou sem elas

Fiquei sem palavras
Diante do seus olhos marejados
Da expressão de felicidade
Da alegria e da certeza
Que sim…

Nesta vida
Em outras vidas
Nesta lugar
E em outros lugares

Voltaremos a nos encontrar
Mesmo distantes
Mesmo ausentes
Mesmo com vidas opostas

O nosso caminho
É essa conexão de sentimentos
Essa cumplicidade
Essa comunhão
Essa explicação sem palavras

Porque é amor
É amizade
É verdade e certeza…

E me resta apenas
Agradecer…
A única palavra que me resta: Agradecer!

Porque tem de ser

Padrão

porquinho

Sabe

Eu não vou mais te mandar mensagem
Não vou perguntar se está tudo bem
Não vou mostrar que me importo
E que penso em você

Não vou te convidar para um café
Não vou te chamar para um almoço
Nem vou te dar brechas na minha agenda
Para você não responder e não aparecer

E depois de tempos de silêncio
Mandar uma mensagem de Saudades
Ou quanto tempo não te vejo

De repente
Meu coração esvaziou
Para todos
E para você também

E hoje eu entendo
Do que é mesmo tudo isso
Porque hoje eu não tenho nada
E não posso de ofertar vantagens

Hoje eu só tenho eu
E o que restou
E o que eu sou

Talvez isso não seja suficiente
Nem nunca foi
Mas antes valia algo

Então
Me reconsidero
Me retiro
Me reavalio

Vou embora
Para outros lugares
Outros encontros
Outras amizades

E se você não vir minha foto
No aplicativo
Tenha certeza
Agora você faz parte
Do mesmo lugar que me deixou
Quando eu deixei de ter valor
Para você…

Minha resposta

Padrão

Sinto Muito

Oi

Você me mandou uma mensagem hoje…

Eu vi que era você e ela estava sem assunto.

De repente me deparei com um misto de saudades e medo de abrir a mensagem.

Eu te conheço de outros carnavais e sei que você é capaz de ir de zero a oitenta, digo, da simpatia para a grosseria em segundos e realmente não sabia do que se tratava.

Eu tinha tantos outros e-mails que mereciam minha atenção e até preocupação, mas mesmo assim eu li o seu. Meu coração pediu para abrir ele…

Eu abri…

Li…

E as palavras foram grossas e cruéis, mas eu aprendi a ler nas entrelinhas…

Talvez você estivesse tentando dizer que eu faço falta e que você me quer de volta…

Eu quase respondi correndo, porque eu tenho isso dentro de mim. Quero ajudar, responder, odeio deixar no vazio, no vácuo…

Mas lembrei que ele me daria um trabalho absurdo…
Assim como deu trabalho te bloquear em todas as plataformas….
Não gosto disso, mas você pediu.

Voltei para a realidade e fui cuidar do que era urgente…

Mas deixei sua mensagem lá, quietinha, pensando no que ela queria me dizer e no que eu também tinha para dizer…

Abri ela agora a noite e estou olhando, pensando…

Como um truque do destino,esse fim de semana, revirando a pasta com fotos, a nossa primeira foto invadiu a tela e lembrei daquele momento. Eu não te conhecia, mas era bom estar com você…

Eu não te conhecia e você não me conhecia e mesmo assim nos permitimos e oferecemos o que era possível ser ofertado e foi muito bom.

Eu nunca te agradeci por isso.

E depois, com o tempo passando e você me fazendo e me mostrando coisas que eu não sei se merecia ou se devia, mas mesmo assim, assim foi.

Eu nunca te agradeci por isso.

O tempo passou, e algumas coisas não tão legais aconteceram e no turbilhão de vários momentos e brigas, terminamos e voltamos e hoje eu até perdi a conta por isso.

Em uma das suas mensagens você dizia que eu não tinha nada a ver com o que estava acontecendo, que não era um problema meu…

Eu não entendi…
Eu queria justiça…

Mas essa justiça falava de mim e não de você…

Eu nunca te pedi desculpas por isso.

E depois de você enlouquecer e me enlouquecer junto…

Eu silenciei.
Foi a minha melhor defesa e o lugar que eu escolhi ficar, porque eu simplesmente não aguentava mais.

Eu não queria mais brigar.
E eu não queria fazer parte de um lugar que eu não sentia que era mais meu.
Não dava…

E no seu movimento de querer as coisas e tentar controlar o incontrolável, eu acabei fugindo…

Eu não gosto de controles…

E você me fez lembrar da loucura e da louca que eu já fui um dia, e eu não queria nunca mais sentir isso.

Mas de repente…
A vida me oferece uma dor absurda, daquelas que eu pensei que não fosse nunca mais sentir e me pego pensando que eu estava errada.

Essa dor que eu sinto hoje, que acabou com o meu coração, me colocou de vez no meu lugar na vida…

E agora é hora e eu agradecer…

A dor
A tristeza
A solidão

A sua mensagem…

Eu te digo que te amo, que você é importante demais, mas eu não sei mais como fazer dar certo…

Com carinho.

Marilice