Do que ficou

Padrão

MEU AMOR

Olho ao redor
Tento compreender
Talvez ser
O que houve
Essa mudança boa

Quando olho ao redor
Eu procuro
Mas na verdade
Eu não quero mais não

Eu quero

O simples

O que cabe na mala
O que cabe no porta malas
O que cabe no meu coração

Dessa vida
Eu quero meus pulmões
Cheios de ar
Cheios de vida
Cheios de sol

Eu vou lá
Dar uma volta lá fora
Sem hora para voltar

Eu vou lá…
Eu volto

Eu sempre volto…

Anúncios

Coração batendo

Padrão

sentido
Respiro fundo
Olho ao redor
Solto o ar…

Meu coração dispara
E sinto o vazio
Como se o peito
Fosse oco

Talvez o peito
Seja oco mesmo…

Suspiro
E o ar frio
Aquece meus pulmões
Faz meu coração
Acelerar

Mas continua lá
Batendo
Vazio

Sentido para quê?
Sentindo o quê?

Olho ao redor
Novamente tudo fica assim
Deslocado

Porque o coração bate
O ar esquenta
O mundo fica aqui
Parado diante dos meus olhos

Mas que mundo é esse mesmo?