Amor

Padrão

amor1

Oi
Você nunca soube e nunca vai saber
Um dia eu te escolhi
Quis querer te

Dos olhares que se cruzaram
E da estranha sensação
De que um dia
Já houve nós dois

Daquelas certezas
Que não se explicam
Das coisas que a vida oferece
E a gente só pode agradecer

Da sua presença
Do seu sorriso
Do lugar que você ocupa
Em sí e na vida

Da leveza que existe
Quando você se faz presente

Do seu sorriso
O sorriso mais lindo
Do seu abraço
O melhor abraço

Das suas palavras
Que são enigmas
Que finjo não entender
Para deixar a conversa nos levar

Mas finjo não entender
Que você quer algo
Que não sei se poderei oferecer
Porque desta condição
Eu me recuso a pertencer

Então
Finjo não saber
Finjo não entender
Finjo não perceber

Dessa loucura
Me equilibro
E você acredita

Mas se não fosse assim
Eu prometo que aceitaria
Eu prometo que sim

Sim
Eu te daria meu mundo
Em troca do seu.

Triste

Padrão

Triste-Poeta

Hoje eu acordei triste
Não mais triste do que normalmente
Hoje eu parei e dei uma chance para ela
E encarei no espelho

Perguntei do que se tratava tudo isso
E ela ficou me observando como se tivesse o poder de me desconcertar
Mas eu não dei a mínima

Respirei fundo
Olhei ao redor e senti o vento frio
A estação está mudando
Outono dando as caras por aqui

Meu corpo pesado
Meus sentimentos todos misturados
Meus pensamentos por ai indo e vindo
E essa sensação de estar alheia a vida

Mas nestes dias eu não discordo
Não brigo, não discuto
Eu aceito

Se hoje você quer fazer morada dentro de mim
Faça

E eu te celebrarei e aceitarei
E faremos companhia uma a outra

E eu te abracarei e acolherei e te darei uma chance.