Dormir

Padrão

janela
Você voltou

Não me lembro da última vez

Mas me lembro de você…

Sempre é assim

Nas horas estranhas

Nas horas desencaixadas

Nas horas imprevistas…

Você

Me oferece a exata medida
Do que e necessário
Do que é fato
Do que falta

Como se estivesse sempre ali
Esperando a hora certa

Não sei se é você
Não sei se sou eu
Não sei se há…

Mas digo
Essas noites
Tem motivos diferentes
Para querer estar lá

Você

Por favor
Venha sempre…

Venha mesmo sem eu pedir
Porque se for necessário
Você é sempre
A parte que faz sentido
A parte que tem sentido

Agora entendo
Você faz parte
Do todo…
E não da parte…

Anúncios

Patuá

Padrão

patua

Estava pensando em inveja
Quando as pessoas falam essa palavra
E eu fico tentando entender
O que isso quer dizer?

Outra palavra que eu não entendo
É dó….
Não sei o que significa ter dó…

E fico imaginando o que isso quer dizer
Onde tudo isso se encaixa
Do que se trata tudo isso

Dos lugares
Que as pessoas acham que os outros
Desejam ocupar
Ou ter
Ou pertencer
Ou ser
Ou não ser
E não pertencer
Ou ter
Ou ocupar…

Ou sei lá o que

Porque se todo mundo tem uma vida
Então todo mundo pode tudo
De ser ao não ser
Do ter ao não ter
Do querer ao não querer
Do vencer ao não…

Do sim e do não.

Todo mundo tem essa medida
Então inveja e dó
Não tenham inveja
Não tenham dó

Só tenham amor
E muito querer bem
Porque é isso que move o mundo
Isso que move a vida
e isso que faz a vida valer…

Amor que transborda
E preenche…
O resto…
O resto sobra e fim.

Aceito!

Padrão

parceiros

Hoje eu vim te agradecer
E me despedir

De tudo o que vivemos neste tempo
Foi bom

Porque você me ofereceu o que havia de ser
Sem a promessa de que haveria de ser
E sem o compromisso do que nunca haveria de ter

E te dei
O que eu nem sabia o que era de ter
Do que era capaz
Do que eu podia oferecer
E de ser

E assim caminhamos lado a lado
Sem dar as mãos
Sem trocar olhares
Sem trocar confidencias

Apenas seguimos lado a lado
Nas tardes chuvosas
Nas conversas descompromissadas
Nas risadas das bobagens

E você me deu um grande presente
Que jamais poderei retribuir
Na exata medida do valor
Da recompensa e da plenitude

Você me devolveu
O lugar e a vontade
O desejo e a intenção
E a certeza de que há

Existe a parcela em mim
Que não sabia que poderia oferecer
Um amor para uma vida inteira

E de caminharmos lado a lado
Você me deu a certeza

Que hoje eu quero alguém
Para dar as mãos
Para abraçar na rua
Para rir das bobagens

Mas além

De fazer planos
De compartilhar a vida
De seguir adiante
E querer a melhor parte
Que posso oferecer
Por poder receber a melhor parte
Quem alguém um dia haverá de me ofertar.

E nesse dia
Nesse dia
A resposta
Haverá de ser
Sim!