Descanse

Padrão

amoraceito

Cheguei em casa

Você já estava lá

Dormia
Fiquei um tempo

Quieta

Sem acender a luz

Ou fazer barulho
Fiquei te admirando

Pensando

“Que homem forte que me contempla”
Daquelas histórias

Que vamos em filmes

Sonhamos acordadas

Do Príncipe

O meu encantado
É a minha vida
E faz finalmente valer a pena
Valeu cada tropeço

Cada descuido

Cada coração partido
Hoje eu entendi

Só hoje eu posso

Oferecer e receber

O que é esse amor
E esse amor

É seu

Só seu

E de mais ninguém
Você me deu

Eu reconheci

Eu aceitei
E agora

Eu vivo

Anúncios

Tempo de…

Padrão

sonhando-acordada

Desses sonhos que vem e vão
E dessas noites que não são dormidas
Mas reviradas na cama
Entre pensamentos
Devaneios e palavras
Que se misturam
A tudo o que não tem sentido
Ou está desencaixado
Dessa vida
Que se apresenta
Como um ensaio aberto
Para uma tentativa
De um dia vir a ser
Uma conexão de verdades
Sucessos e felicidades

Mas por um momento
Páro para pensar
Estou sonhando novamente
Acordada ou dormindo?