O dia que as palavras engasgaram

Padrão

tombo

Tropecei
Cai de cara

Acho que ninguém percebeu

Todos estavam cansados
Todos falavam ao mesmo tempo
Todos se mostravam e não se ouviam
Todos queriam ir embora

Mas eu lá
Tentando engolir as palavras
Que eu mesma havia dito

Como foi mesmo que eu fiz isso?

Do que os outros falavam
Me perdi no que era mentido
No que era dito
No que era

Me perdi
No desejo
Do meu desejo
Do que não era real

Tropecei nas palavras
E falei

Não falei nada demais
Mas falei o que não era
Do explicar o que não tinha explicação

Pensando agora
Se me faço de louca
Se finjo que nunca aconteceu
Se o roxo no olho foi um cisco que entrou
Se a cara inchada é de um resfriado

Não sei ser assim
Agora minha consciência me condena
Minha moral me massacra

E já sei que dormir
Hoje, como prêmio de participação
Terei de presente
Da minha mente e da minha consciência
Os requintes desta queda
Visto de todos os ângulos possíveis
Com direito a replay
Narração
Close caption
Tradução em três idiomas distintos
Entrada ao vivo do grupo de operações especiais da policia para descrever a cena
E participação especial de diversos fantasminhas
Que ficarão comigo até o dia amanhecer…

Será que demora muito para isso acontecer?

Anúncios

Sobre aquele msn

Padrão

mensagem

Hoje fui surpreendida
Aquela mensagem finalmente chegou

E eu pensei
Voltei no tempo
Para ser exata
Anos atrás…

E me dei conta
Que eu me esqueci
Do que era mesmo tudo isso

E agora
Eu recebo a mensagem
Que um dia foi sonhada
E desejada

Mas nenhum sentimento
Quando me dei conta
Que recebi um parabéns
E só depois disso
Lembrei de ser feliz

Porque era a mensagem
Da liberdade
Da comemoração
Da vida que voltava a ser vida
Da liberdade que voltada para mim
E para meus caminhos

E por um instante
Olhei para o céu
Olhei para a mensagem
E só conseguia pensar

E agora?

Prá que tudo isso mesmo?

Padrão

lagrimas

Há alguns dias atrás assisti esse vídeo e fiquei e essa frase grudou no meu cérebro…

“Who is gonna save my soul”

E agora eu só fico pensando nisso.

Não que eu pretenda ser salva, mas qual é a finalidade de tudo isso, afinal?

Acordar, escovar os dentes, tomar café, trocar e roupa…
Ir trabalhar…. trabalhar…. trabalhar….
Voltar para casa….
E em dias eventuais, ir a academia
Ver amigos
Ouvir sua musica predileta
Amar alguém
Seguir adiante

Sofrer
Partir
Deixar
Comprar

E penso o prá que e o por que de tudo isso?

E quem vai salvar minha alma?

A menina que não merecia

Padrão

menina que nao merecia

O seu treino é de nunca acreditar na felicidade
Sob qualquer vestígio da sua chegada
O preparo é para fugir
Para o mais distante que sua mente e corpo puderem alcançar

E não acreditar quando ela se apresentar faceira e sorridente
Com aquele jeitinho que vai se encaixando e deixando as coisas com outras cores, gostos e sensações
Não, não acredite

Ao menor sinal dela, surte
Descontrole-se e coloque todos
Eu disse: todos!
Seus mecanismos de defesa em ação!

Passe mal, desmaie, surte…
Sim, surte!
Deixe sua cabeça te levar para estes lugares que você já conhece muito bem
E se possível, isole-se

Faça a outra pessoa enlouquecer com você
E com a loucura dela, você terá certeza de que foi a decisão certa
Pois não dá para viver ao lado de uma pessoa insana

E a partir dai
Ocupe-se com novas fantasias e possibilidades de buscar algo que você nunca terá acesso…