Eco

Padrão

eco

Eco aqui

Eco lá

Achei que teria sentido
Achei que teria lugar
Achei só

Mas tá tão vazio
Tão silêncio
Tão sem sentido

Agora
Não tem lugar
Mais

Nao tem mais
Porque não mais

Não se preocupe
Não tente entender

Agora acabou
Não tem mais volta

Então
Daqui pra frente
Eu sigo só…

Anúncios

Por que acreditei?

Padrão

morDa vida

As palavras

Organizo
Considero
Interpreto
Ajudo

Do lugar delas
Uma nova ordem
Um novo sentido
Uma nova perspetiva
Novas possibilidades

Mas aqui
Me perdi

Esqueci
Desliguei
Esquivei
Falhei

Deixei passar

Ouvi no lugar errado
Reconfigurei a rota
O sistema falhou

Perdi…

Você me deu algo
Eu cansei de tentar
Interpretar
Seguir
Colocar no lugar

Mas o problema
Foi não perceber

Que não tinha lugar
Não tinha motivo
Não tinha sentido

No final das contas

Tudo se tratava de mim
Não é mesmo?

Sem lugar
Não tem o que se fazer…

São para você 

Padrão

voce.png

Escrevo
Estas palavras
Todo dia
Essas palavras

Esperando
Fingindo
Acreditando
Desejando
Evitando

Mas no fundo
Sim….

São para você

Que pode decifrar
O segredo
O não dito
O encoberto

Dos rastros
Da lógica

Da falta que há em mim
Por você

Imagino
Você lendo
Se dando conta
Do que é obvio

São suas
Minhas palavras
Meu tempo
Meu coração
Meu respirar
Minha vida…

Mas
Não custa
Enlouquecer
Todo dia mais

De esperar
Acreditar
Que agora você sabe
Agora você entende
Agora você consegue

Você finalmente
Aceita meu amor
Por você

A mala é minha, né?

Padrão

fimsim

Do que adianta
Você quer saber
Mas isso é só vaidade

Não quer saber
De verdade
Só quer manter

Mas nem é mais
Não tem mais
Só é
O que sempre foi

Para mim
Demorou
Um tempão para entender
Que nunca foi

Eu lia
O que nunca foi escrito
O que você nunca disse
Nunca vai dizer

Tudo bem
A mala lá fora
Você me esperava

Mas entendi
Não era você quem iria partir
Não é mesmo?

Palavras nas mãos

Padrão

letras.jpg

As palavras chegaram hoje
Eu tive elas em minhas mãos
Eu estive com elas diante de mim

Mas não
Elas não chegaram
Elas não tocaram
Elas não acessaram

Eu nem sabia
Que elas chegariam

Ou sabia….
Eu esperava ou não esperava…

Elas não tocaram lugar algum
Porque ao chegarem
A porta estava encostada
Mas lá dentro
Só tinha pó e mofo
Estava tudo lá
Sem ser mexido
Sem ser visto
Sem ser
Há muito tempo…

Elas chegaram
Eu li
Fiquei algum tempo processando
E nada…

Nunca imaginei
Ficar alheia
Não saber que elas poderiam
Apenas que por um instante
Não significar…

Então
Hoje
Eu deixo elas de lado

Vou viver a vida
E depois tentar entender
Como eu me deixei
Amargar e esvaziar…

Tão profundamente em mim.

Sério

Padrão

eclipse

Hoje o dia não amanheceu
O sol não veio dizer bom dia

A vida esqueceu de vir

Ontem ficou preso
Está aqui para sempre
Entre nós

O dia de hoje não chegou

Esqueceu de vir
Esqueceu que tinha que vir

Talvez tenha ficado por lá
Sabendo que hoje não faria sentido
Hoje não teria lugar
Não teria por quê…

Talvez tenha percebido
Que há tempos não é
Então um dia a mas ou um dia a menos
Tanto faz

A vida não é vivida mais mesmo
Então
Um dia a mais ou um dia a menos

Que diferença faz?

Divã

Padrão

divã

Cansada
Como há muito não estava

Mas o cansaço hoje
É um cansaço bom

Porque eu fiz uma escolha
E essa escolha me leva
Para lugares
Caminhos
Histórias
Pessoas
Que eu nunca imaginaria

De poder oferecer
O que é algo tão básico
Essencial
Mas no meu caso
É o meu mais sincero
E melhor lado

Eu ouço
Cada história
Com cada detalhe

Me pego nas imagens
Que as frases
As histórias
Assim como risadas
E lágrimas
Transbordam

Mas hoje
Eu estou cansada
Só porque o corpo
Precisa dormir
Descansar

E não por que me cansei

Um dia
A vida me mudou de lugar
Fechou uma porta

Mas hoje
Eu entendo
Ela me deu
O jardim mais bonito
O meu jardim

Onde posso plantar
Adubar, cuidar
Oferecendo só o que eu sei
Amor…