Vidinha minha

Padrão

chave casa

Avisei que ia lá rapidinho

Me dei um tapa na testa

Briguei comigo

Que burra…
Pedindo para entrar
No que é meu

Ai lembrei
Que essa é vida

E está em transição

Para entrar e começar
No lugar que tem de ser

Fui lá
Peguei a chave reserva

E escolhi
A partir de hoje
Ir a hora que eu quiser

Trocar o miolo

E daqui pra frente

Só entra quem eu autorizar
No lar
Na vida
No pensamento
No amor…

Anúncios

Te prometo

Padrão

casamento
Hoje
Eu coloco essa aliança
Em seu dedo
Como prova do meu amor
De todo o meu amor

Prometo
Que cuidarei de você
Em cada dia que estivermos juntos

Prometo
Que farei o que sempre for melhor
Para você

Prometo que não deixarei você sofrer

Não deixarei você viver
O que você não quiser mais

Também farei o impossível
Para que as lágrimas derramadas
Sejam apenas de alegria e contentamento

Que cada um
Dos próximos dias juntos
Possa representar e significar
Um novo presente
A cada amanhecer
A cada boa noite

De você ser a única
Pessoa e coisa que eu quero
Daqui para frente

Que você seja meu tudo
Minha vida
Minha garantia
De que a vida vale a pena

Por você
Hoje
Eu prometo
Fidelidade
Cuidado
Carinho
Respeito
E acima de tudo

Fé e amor
E que essa vida
Seja apenas
O começo do que estava para ser vivido
Do que esperou a vida toda
Para acontecer

Por hoje
Eu agradeço
Por ter você
Ao meu lado
Sempre

Do telefone que não toca mais

Padrão

Giz - Legiao Urbana2.png

Quase como um mantra
Uma oração preciosa
O momento esperado
Era o mais esperado

E você sempre ligava
Todo dia ligava
Sempre…
Até a bateria do telefone apitar…

E não dava tempo de recarregar
Porque era muita coisa
Muito assunto
Muita novidade
E talvez nem tivesse nada
Mas era você
E era eu
Já bastava

Das palavras que transbordavam
E viravam cartas
Cartas e mais cartas
Palavras e mais palavras
Códigos reais e imaginários

E o telefone continuava tocando
Mesmo quando o que nos uniu
Se foi…

Mas não há de ser nada
A vida segue
E eu aqui
Lembrando que essas coisas
Ficam guardadas na lembrança
Nos cantinhos do coração
Naquele baú de memórias
Que ninguém irá tirar do lugar
Que foi guardado

E esse carinho e respeito
Esse lugar que faz bem
Ficará para sempre aqui
No peito
No altar das melhores amizades
Do tempo que não volta mais

Mas que foi vivido
Do jeito que deu
Do jeito que dava
Mas foi…

E isso
Isso já vale uma vida inteira.

Você

Padrão

novo_coracao

Onde você me achou depois de tanto tempo?

Não vou mentir
Estranhei a mensagem

Estranhei tudo no final das contas

Mas eu estranho tudo mesmo…
Sempre é assim

Minha cabeça teve que parar
Por alguns instantes para compreender
Do que se tratava tudo isso
Afinal de contas

De onde você surgiu?
Onde você esteve esse tempo todo?

Não na vida….
Na vida não importa…

Mas dentro de mim?

Eu te atropelei com o tempo
Me afoguei nas lágrimas
Tentei acabar com tudo!
Acabar com tudo, o que?

Acabei com nada…

Te procurei
Em todas as entradas
Esconderijos
Calabouços
Alçapões
Armadilhas

Te achei
Guardado em uma lembrança
Naquele dia que fui dormir
Pensando em você
E foi a primeira noite
Que eu não dormi
Por causa da paixão…

E agora
Eu fico tentando achar sentido
Lembrar o que era
O que houve
O que foi
O que não foi

E por um instante
Fiquei triste
Comigo mesma

Porque eu me dei conta
Que por você
Eu não fui
Nunca

E na final das contas
Eu não fui nunca
Para ninguém…

Amor

Padrão

amor1

Oi
Você nunca soube e nunca vai saber
Um dia eu te escolhi
Quis querer te

Dos olhares que se cruzaram
E da estranha sensação
De que um dia
Já houve nós dois

Daquelas certezas
Que não se explicam
Das coisas que a vida oferece
E a gente só pode agradecer

Da sua presença
Do seu sorriso
Do lugar que você ocupa
Em sí e na vida

Da leveza que existe
Quando você se faz presente

Do seu sorriso
O sorriso mais lindo
Do seu abraço
O melhor abraço

Das suas palavras
Que são enigmas
Que finjo não entender
Para deixar a conversa nos levar

Mas finjo não entender
Que você quer algo
Que não sei se poderei oferecer
Porque desta condição
Eu me recuso a pertencer

Então
Finjo não saber
Finjo não entender
Finjo não perceber

Dessa loucura
Me equilibro
E você acredita

Mas se não fosse assim
Eu prometo que aceitaria
Eu prometo que sim

Sim
Eu te daria meu mundo
Em troca do seu.