Eco

Padrão

eco

Eco aqui

Eco lá

Achei que teria sentido
Achei que teria lugar
Achei só

Mas tá tão vazio
Tão silêncio
Tão sem sentido

Agora
Não tem lugar
Mais

Nao tem mais
Porque não mais

Não se preocupe
Não tente entender

Agora acabou
Não tem mais volta

Então
Daqui pra frente
Eu sigo só…

Anúncios

Vazio

Padrão

vazio

Eu achei
Por um tempo
Certo tempo até
Que você seria capaz
De me dar
O que ninguém deu

E abri
Te contei tudo
Abri o coração

E você
Abriu
Se abriu no coração

E me fez ver
Que eu te dei errado

De coração
Não mais há

E quando eu entrei
Abri
A porta

Mas
De saber
Sabiamos

Que vazio
Estava

E vai demorar

Mas tudo bem

Temos todo o tempo
Para fazer o que quisermos

Mesmo
Que não seja
Com a gente.

Nunca pensei

Padrão

PALAVRAS
Nunca pensei
Que fosse ficar assim
Sem palavras
Sem tempo
Sem lugar…

Mas agora tenho ele
O lugar
O tempo

Mas elas me escapam
Como se houvesse

Na possibilidade
Da existência

Um eco
Um sopro
Um vão
Um assombro

E agora
Tenho que começar
Me encaixar

Mas está difícil

Não costumo abrir assim

Mas está simplesmente

Sem palavras…

Estou chegando

Padrão

ante_o_ceu_estrelado_looking

Abri a porta

Estava lá
Desta vez
No reencontro
No sorriso maroto
Na nostalgia
Da história que houve
E acabou….

Agora
Na ponta do dedo
Item a item
Peça a peça

Um dia de cada vez

Agora é aqui

Eu escolho apreciar
Sentar no chão
Ver as estrelas

Eu te convido
E muito breve

Te prometo

Voltaremos a nos encontrar

E te darei o céu
Meu maior amor
Minha vida
Meu tudo

Paciência
Quase está na hora

Por enquanto
Guarde nosso segredo
Em nossos corações…

Eu estou voltando para casa
Estou
Voltando para você

Sobre partir

Padrão

ADEUS

Você não vai entender
Que me deu

Eu não esperava

Percebi
Que não era você
Era eu

Quando chegou
Foi pior
Muito longe

Me fez querer partir
Sumir
Desaparecer

Essa noite não dormi

Você tirou
E eu perdi
Me perdi

Não sei
Confiança

Não sei
Confiar

E já era tarde

Agora que você
Me deu

Eu sinto muito
Esperei todo esse tempo
Para entender
Que é não

Não aceito
Não recebo
Não confio

Só me resta
Me partir
No que você
Quebrou
Quando me deu…

Então

Desta vez

Escolho

Partir…

Para meus amigos

Padrão

los-amigos-se-preocupan-por-ti
Há um certo tempo, eu estou ausente.

Ausente dos lugares
Ausente das convivências
Das mesas de cafés
Das mesas de bares
De todos os lugares

Algumas coisas aconteceram
Durante os últimos anos
A vida me fez mudar
Desmudar
Passar por algumas fases

Algumas foram boas
Outras quase foram o fim

No silêncio
Eu fiquei procurando lugares
Sentidos e motivos
Sensações, razões
O que pudesse me fazer entender
Me pudesse fazer compreender

E sem me dar conta
Fui tragada
Para uma vida
Silenciosa
Misteriosa
Mas acima de tudo
Ausente

Esqueci de olhar para fora
Esqueci de ser eu mesma
Esqueci de quem valia a pena
De quem de alguma maneira
Ainda mandava mensagens
Que ainda se importava
E queria me ter por perto

Custei a acreditar
Que de alguma maneira
Isso pudesse ser verdade

Mas agora
Me dou conta
Que sim

E peço desculpas
Pelo meu silêncio
Pelo meu mau humor
Pela minha ressaca moral
Pela minha tristeza
Por minhas tentativas de ir embora

Peço desculpas
Pela minha ausência
Pela minha falta de tempo
Pela minhas esquivas

Mas acima de tudo
Por de alguma maneira
Não ter feito
Permitido e autorizado
Você
Continuar fazendo parte da minha vida

E se ainda houver tempo
Lugar e valor

Te peço
Mais uma chance…

Você me aceita de volta?

Por que acreditei?

Padrão

morDa vida

As palavras

Organizo
Considero
Interpreto
Ajudo

Do lugar delas
Uma nova ordem
Um novo sentido
Uma nova perspetiva
Novas possibilidades

Mas aqui
Me perdi

Esqueci
Desliguei
Esquivei
Falhei

Deixei passar

Ouvi no lugar errado
Reconfigurei a rota
O sistema falhou

Perdi…

Você me deu algo
Eu cansei de tentar
Interpretar
Seguir
Colocar no lugar

Mas o problema
Foi não perceber

Que não tinha lugar
Não tinha motivo
Não tinha sentido

No final das contas

Tudo se tratava de mim
Não é mesmo?

Sem lugar
Não tem o que se fazer…