Me prometo

Padrão

mãos
Essa semana
Eu fui convidada
A deixar minha vida

Em um momento
Que há muito não experimentava
Tive de dar um tempo
Para ver o que estava acontecendo

E ao pedir ajuda
Uma moça entrou no quarto
E disse:
“Me entregue suas coisas”

E eu entendi
“Me entregue sua vida”

Demorei um tempo para compreender
Chorei
Me desesperei

Ela, com voz calma disse
“Acalme-se”

E nesse momento
Me dei conta
Que ela me pedia
O que eu não tinha
O que eu nem sabia que havia
E que sempre esteve lá

Respirei
O que foi possível respirar na hora

Entreguei

E ali
Começou
Uma nova história…

Anúncios

Bagunça de pensamentos

Padrão

pensamentos1

Verdade
Eu tinha colocado a culpa nele
Achei que era o remédio
Que deixava minha cabeça
Meus pensamentos
Minha boca
Meu sono

Aérea
Lenta
Seca
Absurdo

Mas na verdade
Ele só maquiava
O que eu esqueci
De pensar

E deixei de lado
Como se fosse uma sacola velha
Cheia de coisas para jogar fora

Mas não
Ela se abriu de novo
E remexida
Me mostrou

Que eu não tenho como esquecer
Que não tem como escapar
Não tem o que fazer

De adiar
Eu me perdi

De fugir
Eu esqueci

E agora
Olho ao redor
E não consigo
Pensar

Porque a dose
A dose do remédio
Só me faz embargar
Desencaixar e amortecer

Tudo
Que na realidade
Eu quis esquecer.