Eu acredito

Padrão

amor amizade
Estava pensando
Você me dá tanto
Mais do que eu consigo explicar

Mais as vezes

Acho que por isso
Demoro tanto para voltar

Porque eu preciso de tempo
Mas também
Porque a gente é assim

Vai e volta
Vem e vai

Mas no nosso tempo

É tanto encaixe
Tanta verdade
Tanta reflexão

Que para isso
Precisa mesmo de tempo

Mas sempre é
Uma surpresa
Um presente

Um encontro
Daqueles
Para mim
Com o meu ídolo

Que eu disfarço
Finjo que está tudo bem
Que é normal
Mas fico pensando
“É de verdade mesmo?
“Me belisca, que é um sonho”

Mas de sonho
Virou realidade

E mesmo na minha ausência
No meu silêncio
Na minha distância

Nunca
Esqueço de você
Do que é
Do que me deu
Do que me dá…

Sabe quando você disse de missão
Do que é o que veio fazer nessa vida?

Pois é
Te conhecer
E aprender
Já fez parte da vida valer a pena

E ainda tenho esse sonho
Quase uma obsessão
Te você
É aquele sonho
Que eu não me canso de querer

Mas eu disfarço
Finjo que está tudo bem
Que é normal
Mas fico pensando
“É de verdade mesmo?
“Me belisca, que é um sonho”

Eu não desisto

Até o dia que você finalmente
Responder….

Anúncios

Nossa café de hoje

Padrão

cafe-coracao
Lembra que eu te falei
Da moça que pegou em minhas mãos
E me levou
Para aquele lugar
Que eu conheço
Mas havia me esquecido?

Eu esqueci de te dizer
Que há muito tempo atrás
Você também foi uma dessas

Daquelas
Que nos dá a mão
Nos dá a direção
Lapida o que há em nós
Mas que esquecemos de olhar

E hoje
Você me ofertou
Seu tempo
Sua risada
Suas intimidades
Suas “maravilhosidades”

E quando me diz suas palavras
Das melhores
E das piores
(Que eu me esquivei para ouvir)

Você me dava você
Me dava a sua melhor parte
Do que sempre você me deu

E novamente
Gratidão

Porque do meu desencaixe
Do nosso desencaixe
Se faz
A nossa amizade

Da purpurina
Que é só nossa
E que brilha do nosso jeito

Mas de tudo
No final das contas

Do café
Da risada
Do que é

Minha honra
Ter um pouquinho do seu tempo
Um pouquinho de sua sabedoria
Da sua risada engraçada…

E ainda não desisti

Você aceita
O meu coração?

Café sempre! (Ou meu fechamento é você!)

Padrão

café feliz.jpg

Do presente que você me deu hoje
Do presente que você sempre me dá!

E tenho que me controlar
Fingir que está tudo bem
Que você é só mais uma pessoa
Que nada diferente…

Mas na verdade não é nada disso
Desde o primeiro dia que te ví
Quando te conheci
O seu mistério
Suas palavras, sua postura
Me hipnotizaram e eu quis mais

E sem querer eu consegui
Não sei ainda como
Porque hoje eu voltei para casa pensando
Em como você está em minha vida
Se existe um descompasso
Quase um abismo de sabedoria

Mas mesmo assim
Você me deixa estar ao seu lado
De ter o seu tempo e suas palavras
De tomar um cafe ao seu lado

Dividindo o que há ai dentro
Da cabeça e do coração

E quando eu digo que um dia
Eu queria ter tudo de novo
Espero que entenda
Que isso diz muito de mim
Do lugar que eu ocupei
E ocupo ao seu lado
De poder usufruir do melhor
E até do pior que você é

Porque simplesmente
Estar ao seu lado
Me faz bem
Me inspira
Me tira do eixo
Mesmo que de supetão

E no final das contas
Piegas eu sei
Mas por você
Eu faria tudo de novo!

Coração cadenciado

Padrão

dois-coracoes

Será que algum dia
Vai fazer sentido
Nós dois?

Do querer estar
Do planejar
Pensar
E desejar

De estar no mesmo lugar
De fazer as mesmas coisas
De não fazer nada

Daquele equilíbrio
Que faz ter sentido
A lua e o Sol
A gravidade
E o doce do brigadeiro

De acordar de manhã
E fazer a vida valer
De fazer a vida ter sentido
De ter sentido e vontade

De uma vida cheia de possibilidades
De doçura e confiança
De verdade e respeito

Onde dois corações
Batem no compasso
Na sintonia
Na candência
Como um só.

Será que haverá isso um dia?

(Isso existe mesmo?)

Vamos?

Padrão

vem

O tempo passou
E a vida chegou
Onde havia de chegar

Dos planos que fizemos
Tudo corre com o vento
Com o tempo
E de sol a sol
Lua a lua

E a vida cresce
O tempo passa
E estamos aqui
Diante um do outro

Jurando
Prometendo
E selando

O pacto da felicidade
Que se promete
Diante de nossos olhos

E a partir de então
Inicia-se uma nova jornada

De fazer ser apenas nós dois
De querer apenas nós dois
De ser apenas nós dois

E nada mais irá impedir
Da vida seguir adiante

E de manter em silêncio
O que há uma vida toda
É mantida em segredo
Dentro de nossos corações

E que assim
Se apresente
A nova possibilidade
Dessa vida
Que espera a vida toda
Para ser vivida.

E apenas minha.
E apenas sua.
E apenas nossa…

Enfim nós…

Olhos nos olhos

Padrão

olhos nos olhos

Quando cheguei e a porta se abriu
Se abriu também um velho novo universo
Universo este já percorrido em tempos passados
Mas que sempre foi um lugar mágico
Como se guardasse segredos e possibilidades reais e não só imaginárias
Lugar onde as palavras são entendidas e ditas na integra
Onde a construção intelectual se faz infinita e em alguns momentos complexa demais até mesmo para o meu próprio entendimento
A permissão é integral e gratuita
O Ballet é sincronizado, mas sem cobrança ou intenções de perfeição
Por si só se revela, sendo uma das mais belas danças executadas
E sempre assim é
Perfeito pelo simples toque, pelo simples olhar, e neste momento
Pelo silêncio
Apenas pelo equilíbrio, e pela maestria de toda a magia que se faz presente
E pela real entrega, sem intervenções de certezas
E sem necessidade absoluta de garantias.
Nossa melhor apresentação…