Fica…

Padrão

dormir
Hoje
Você dormiu aqui
Me acordou com um sorriso
Eu não conhecia sorrisos assim

Me abraçou
De um jeito
Que eu nunca experimentei

Me serviu café
Me serviu amor
Me serviu olhar

Disse que estava esperando
E que já estava aqui há tempos

Demorei para reconhecer
Que era você

Do lugar
Que eu jamais ousei
Do que eu nunca pensei
Do que eu nem sabia

Você me deu
O que era simples

Sem nada haver de trocar
Ou faltar
Ou cobrar
Ou ter
Ou ser…

Pediu licença
Acomodou-se
E chegou
Do lugar que sempre foi seu

Do que um dia houve de ser
Do lugar que eu achava ocupado
Do lugar que eu achava vazio
Do lugar que eu nem sabia
Que era meu

Chegou você

Um beijo na testa
E partiu…

Mas não me deixou
Não partiu meu coração

Deu-me
O que era meu
O presente
Da vida
Que eu mais esperava

E volta sempre
Porque aqui é seu lugar
Também….

O que eu procurava
Você achou
Em mim…
E me deu
Você.

Anúncios

Acabou, né?

Padrão

acabou

Caiu

E eu percebi

Porque já estava lá

Desencaixado

E eu tentando entender

Fazer sentido

E encaixar

Mas você deixou

Cair

Mas foi tá sutil

Tão leve

Que por um instante

Se fosse desatento

Não teria percebido

E você foi

Fugiu

Como eu fugi um dia

Nesse dia

Quis chorar

Quis me quebrar

Me dei conta

Que já era

Já foi

Já não há mais

Nunca houve

E você foi

Me deixou

Mas só

Eu já era

Sobre partir

Padrão

ADEUS

Você não vai entender
Que me deu

Eu não esperava

Percebi
Que não era você
Era eu

Quando chegou
Foi pior
Muito longe

Me fez querer partir
Sumir
Desaparecer

Essa noite não dormi

Você tirou
E eu perdi
Me perdi

Não sei
Confiança

Não sei
Confiar

E já era tarde

Agora que você
Me deu

Eu sinto muito
Esperei todo esse tempo
Para entender
Que é não

Não aceito
Não recebo
Não confio

Só me resta
Me partir
No que você
Quebrou
Quando me deu…

Então

Desta vez

Escolho

Partir…

A mala é minha, né?

Padrão

fimsim

Do que adianta
Você quer saber
Mas isso é só vaidade

Não quer saber
De verdade
Só quer manter

Mas nem é mais
Não tem mais
Só é
O que sempre foi

Para mim
Demorou
Um tempão para entender
Que nunca foi

Eu lia
O que nunca foi escrito
O que você nunca disse
Nunca vai dizer

Tudo bem
A mala lá fora
Você me esperava

Mas entendi
Não era você quem iria partir
Não é mesmo?

Coração partidinho

Padrão

Menina coração sangrando_thumb

Sabe

Eu sei

As vezes finjo

Que não
Me importo
Vejo
Interesso
Compreendo
Ouvi
Li
Recebi…

Eu sei

Sei que está
Chegando ao fim

Esse dia
Já é visto
Com lua no céu
Hora no relógio
Data no calendário

E de novo
Eu finjo
Que não vai doer
Não vou me importar
Não vou chorar
Não vou lembrar

Mas hoje
Meu coração
Me diz que eu preciso
Ser forte
Não posso hesitar
Como a certeza da vida
É a morte

Sua mala
Já está pronta
Seu novo amor
Te espera

E você
Partirá

Eu já me preparo
E parto
Meu coração
Em pedaços.

Carona

Padrão

cadeira1

Eu queria tanto você

Que de tanto querer

Eu passei por cima

Passei no farol vermelho

Mudei de faixa sem dar a seta

Talvez

Tenha ultrapassado a  velocidade

Você

Nem ai

Demorei para entender

Você nunca ai

E agora que pedi carona

Te olho

Não te enxergo

Não te reconheço

Como foi acontecer isso?

Por que você me deixou partir?

Agora

O que há é só poeira do acostamento

E os carros que ultrapassam

Eu fiquei aqui

Sozinha de você

Sozinha de mim

Agora

Tanto faz…

Não, né?

Padrão

black heard
Não é para esperar nada

De você eu já sei o que vai ser

Dessa história
Eu queria
Mas demorei para entender
Que eu queria colocar a história
Na pessoa errada

Porque você não é
Nunca foi
Nunca vai ser
Porque simplesmente
É pouco

Eu finjo que não sei
Que não vejo
Não me importo

Mas na verdade
Eu não quero

Porque é pouco

A sua ganância é falta
A sua reclamação é chata
Sua discussão e certeza
São furadas

E eu finjo
Que não vejo
E que me importo

Me importei sim
Acreditei sim
Quis para valer
Sim…

Mas você
Me deu pouco
E agora
Eu me dei conta
Você me deu tudo
E o seu tudo
É pouco demais
Para mim…