Sem você

Padrão

SEM VC

Tem como ser diferente?
Desse lugar que é seu
Esse lugar que sempre é seu

O seu lugar
Essa vida é sua
Eu não tenho como
Não sei essa vida
Dessa vida
Sem você

Como era antes
Como foi antes?

Agora
A vida está aqui
Eu te espero

Como você faz isso?
Resolveu aparecer
Resolveu chegar
Entrar como sempre foi

Chegou
E agora fica aqui
Seu perfume
Seu abraço
Seu olhar

Só sinto muito
Porque eu nunca soube
Nunca aprendi

A ler suas voz
Compreender seu perfume
Ouvir suas palavras
Entender sua fuga

Repasso a cena
Vejo fotografias

Quando me dou conta
O dia passou
O mês terminou
Já é ano novo
De novo

E você
Velho
Eterno
Aqui
No vazio do meu coração

Agora
A vida é
Isso

E de resto
Eu finjo
E me escondo….

Deixa
Já é hora
De dormir

Acordar
Pra quê?

Anúncios

Tinha de ser assim

Padrão

chave 2

Como você está?

Quanto tempo que não te vejo…

Por onde você andou?
Esteve esse tempo todo?

Te reconheci
Em uma fotografia

Aquele sorriso

Lembrei daquele dia
Lembrei daquele tempo
Lembrei que lá…

Lá ainda havia algo
Algo de você
Algo em você
Algo para você…

A vida tinha lugar
Sentido…
Direção…
Vontade…

E de repente
A vida virou
A rota mudou
Tudo ficou escuro
Lugar não havia mais

Você partiu
Talvez
Tenha ficado presa
Em alguma caixa
Junto com a mudança
Ficou em algum canto
Esperando o tempo certo

Fingindo que o tempo era pouco
E que o tempo era logo ali

O tempo passou
O presente chegou

E de tanto ficar lá
Esqueceu o que era mesmo
Quem era mesmo

Na frase dessa semana
Acordou

Como se precisasse do sentido
E ele te fez….
Sentir…

Agora te reconheço
Na foto…

Procuro você
Por aqui….

Não encontro

Mas tudo bem…

Te convido
A vir comigo
Porque aqui
Tem lugar para você.

Menina

Padrão

meninalinda

Eu queria tanto ter dito
Na verdade
Eu só percebi agora
Esses dias

Como você é incrível
Como você foi incrível

Como eu sinto sua falta…

Lembra quando você sonhava?
Lembra que você acreditava
E foi lá
Fez acontecer
Quebrou paradigmas
Foi longe…

Interessante perceber
Que você foi longe demais

E faz muito sentido

Porque hoje
As feridas ficaram
Sangram e maltrataram

Fiquei tanto tempo
Escondendo elas
Cuidando delas

Esqueci de você
Do que você me deu
Do que eu sou

Menina
Como eu te reverencio
Eu agradeço
Peço por favor
Que se eu merecer

Volte…
Deixe eu te dar uma segunda chance
Vem viver essa vida
Que é sua por direito…

Vem…
Estou te esperando ….

Febre

Padrão

febre

De novo
Você aqui

Já é a terceira vez
E eu querendo entender
O que você quer de mim?

Acho que o problema é outro
Um lugar muito muito distante
Em uma vida vivida há muito tempo
Mas vivida nessa vida mesmo

O tempo passou
E esse eu esticou
Esticou para estar aqui
Mas nunca se soltou de lá

E agora fica
Desligada
Desencaixada
Desnorteada

Sem lugar
Sem sentido
Sem ser

Essa febre
É só o que há
E faz sentido
Porque não diz nada
Mas arde

Faz cada pedaço meu
Doer e não sentir
Não entender

Então
A vida agora é essa
Três dias de vida
Três meses de dor

Esperando
Quando um dia
Alguém vai entender
Me estender a mão
E finalmente…

Me levar…

Hora de dormir

Padrão

bigben
Uma vez

Há muito tempo atrás
Você veio me visitar

E nunca
Nessa vida inteira
Que não é tão inteira

Eu ousei esquecer
Ousei deixar passar
Ousei não te querer

Mesmo não sabendo
Qual era seu nome
Qual era seu lugar…
Mesmo não sabendo

Depois
Algum tempo
Muito tempo
Depois
Você voltou

Acho que te conheço
Mas não tenho certeza

De certezas
Essa vida
Eu não tenho mais

Você me visita
Me cuida
Se faz presente

Mas compreendo
Que há uma escolha
E você só está
Para me lembrar

Que chegou a hora…

De novo?

Padrão

amor de outra vida

Por onde você andou todo esse tempo?
Como se de repente você quisesse
Se lembrasse e voltasse
Aparecendo nos meus sonhos

Andando por lugares que nunca estivemos
Mas que fez parte de algo no passado

Algo sombrio
Estranho e um pouco perdido

Você me conduzia para uma entrada
Um lugar que era
Mas não assim

Você me ajuda
Entramos
Nos aconchegamos

E o de sempre
O misto da saudade
Com a vergonha
Do que pode
E do que nunca pôde

Quase como uma cena real
Do que um dia houve de ser
E algo que nunca aconteceu

Como se a nossa história
Nunca pudesse ter sido nossa
Mas era de todos
Os que deixávamos participar

De todos os que não sabiam seu lugar
Porque nós não sabíamos o que era
Talvez nunca houvesse nós dois

Então foi sonho
Você me visitou nos sonhos?
Ou eu
Continuo esperando você?
Uma volta?
Uma nova tentativa?
Alguém me dizendo que foi tudo um engano
E que você ainda me ama
Mudou e quer uma nova chance

De você me querer
Como eu sempre te quis?

Acho que entendi
Eu não quero acordar
Desse sonho que eu reedito
De tempos em tempos…

A realidade
Engole
Dói
E maltrata

Sinto sua falta
Sinto muito…

Estava certo…

Padrão

nota 2

Você me procurou
E meu coração assustou
Não bateu forte
Só ficou sem entender

Desconfiei
Porque as coisas não são
Nunca foram
Nunca serão assim

Me fiz de besta
Deixei você me enrolar
Para ver até onde iria

Já fiz graduação
Sei como são essas histórias

Eu já quis tanto
Um dia eu fiz isso

Cuidei do jeito que era
Do que eu acreditava
Eu achei que poderia
E a vida me mostrou que não

Você chega com a mesma história
Mas esqueceu de perguntar
Se eu tinha diploma

Sim
Eu tenho diploma
E fui além
Quando provoquei
Para ver até onde iria

E deu certo…

Mas eu sinto muito
Não vou te cuidar
Não vou te oferecer
Não posso cair nessa
E nem quero…

Sabe por que?

Porque você não vale
Não vale a pena
Não vale o risco
Você não vale nada nem para você…