Tentei entender

Padrão

ENTENDER

Nunca sei
O que você quer
Me dizer

O que você quer
Comigo

O que você quer
De mim

O que você quer…

Eu tentei
Eu já li
Nas linhas
Entrelinhas
No não dito
No subjetivo

Procurei nos dicionários
Falei com sábios
Falei com guias
Falei com Freud

Me disseram
Que é assim mesmo
E que é obvio
Está claro
Bem na minha cara…

Suspiro
Procuro ar
Mas os pulmões
Foram maltratados
Não podem ajudar

Tento enxergar
O grau não lê
Bula de remédio

Saio com o carro
Gasolina na reserva…

Esse é o obvio
Do não dito
Não entendido
Não manifesto

O óbvio
É o seu lugar

O meu lugar.

Anúncios

Pode entrar

Padrão

podeentrar

Te esperei
Fingi que não
Que era normal
Um dia qualquer

Você disfarçou
Também era igual

Não acreditava
Na sorte grande
Daquelas que nunca batem
Na nossa porta

Achou que era um engano
Uma maldade
Um desencaixe

Mas depois
Se deu conta
Que era verdade

Te esperei
Não uma vida
Mas algumas decepções
Me fizeram desacreditar
Nem mais ousar
Desejar
O que há para a vida
Lá fora

Mas você aceitou
Anotou telefone
Confirmou endereço
Aceitou o convite

Pode subir
Seja bem vindo
Eu vejo você

Você me vê
Você me ouve
Você entende
Você  respeita
Você  aceita

Eu te aceito também.

Coração partidinho

Padrão

Menina coração sangrando_thumb

Sabe

Eu sei

As vezes finjo

Que não
Me importo
Vejo
Interesso
Compreendo
Ouvi
Li
Recebi…

Eu sei

Sei que está
Chegando ao fim

Esse dia
Já é visto
Com lua no céu
Hora no relógio
Data no calendário

E de novo
Eu finjo
Que não vai doer
Não vou me importar
Não vou chorar
Não vou lembrar

Mas hoje
Meu coração
Me diz que eu preciso
Ser forte
Não posso hesitar
Como a certeza da vida
É a morte

Sua mala
Já está pronta
Seu novo amor
Te espera

E você
Partirá

Eu já me preparo
E parto
Meu coração
Em pedaços.

Carona

Padrão

cadeira1

Eu queria tanto você

Que de tanto querer

Eu passei por cima

Passei no farol vermelho

Mudei de faixa sem dar a seta

Talvez

Tenha ultrapassado a  velocidade

Você

Nem ai

Demorei para entender

Você nunca ai

E agora que pedi carona

Te olho

Não te enxergo

Não te reconheço

Como foi acontecer isso?

Por que você me deixou partir?

Agora

O que há é só poeira do acostamento

E os carros que ultrapassam

Eu fiquei aqui

Sozinha de você

Sozinha de mim

Agora

Tanto faz…

Não me importo mais

Padrão

mentiras_boas.jpg

Aquele dia

Naquela noite

Você me perguntou

Eu esquivei
Dizendo que estava tudo bem
Você insistiu

Uma chatice só
Porque você ficou chato

SÓ não sei se chato
Porque eu não quero aceitar
O que eu nunca aceitarei
Ou o que eu quis demais

Você nunca deu

E agora
Pede para eu cuidar

Cuidar para quê?

Cuidar do quê?

Qual é mesmo o sentido disso tudo?

Eu desconversei
Falei que ia dormir

Eu menti

Mas já minto a tanto tempo

Se por esse motivo
Eu for para o inferno

Então
Já podem me buscar…

Me dê sua mão

Padrão

casacomigo

Do que é improvável
Do que eu nunca imaginei
Nunca desejei
De verdade
No fundo do meu coração

Mas com você
Dessa vez
Você voltou
Você me olhou
Você me tocou
Me fez perceber
O que estava
Sempre esteve
Era tão óbvio
Mas agora
Com você
Comigo….

Agora é diferente
Agora eu sei
Eu prometo
Eu posso te dar
Posso te oferecer
Posso te entregar

Então
Da maneira
Do jeito
No tempo
Do que é
Foi o será
Mais improvável
Eu sei

Não quero mais
Não tenho mais
Tempo é algo precioso
E tem se tornado raro

Mas para você
Por você
Eu te ofereço
Te entrego
E te peço

Case comigo!
Você aceita?

 

 

Partiu

Padrão

corazon-con-cerradura-y-llave

Do jeito que você chegou
Você partiu

Demorei um tempo para compreender
O que foi tudo aquilo

Porque no final das contas
Não pareceu nada

Olhei ao redor
Procurei o que era
O que estava faltando

Após um suspiro
Lembrei de você

E que havia sido
Na noite passada

Você passou
E não ficou

Demorei para entender
Porque um dia eu quis
Mais do que tudo
E pedi para você sair

Hoje
Você veio
Ficou
Tomou café
Foi embora

Lembrei o que faltou

Você devolver a chave…