Lembra de mim?

Padrão

SAUDADE
Lembra de mim?
Um dia fomos nós
Eu e você
Daquela vida
Que eu queria só para mim
De você
Que eu achava que era meu
Só meu
E de mais ninguém

Mas nunca foi
Sempre fomos
Mais do que dois
Muito mais do que todos
Os que cabiam
Entre nós…

E eu achava
Que poderia ser
A guardiã
O porto seguro
O lugar do amor
Na sua vida…

O amor
Já estava por ai
Em todos os lugares
Eu era apenas mais um
Dos lugares que você estava
E prometia

Na verdade você disse que me amava
E eu entendi que era única
Você disse que eu era especial
Eu entendi que seria para sempre

E assim
Ainda espero
Você voltar
Para me dizer algo
Que possa fazer sentido
No lugar
Que eu não escuto
Do lugar
Que não há
Do lugar…

Em que eu possa ser
Algo
Ao seu lado
Para sempre…

Anúncios

Agora vai ser assim…

Padrão

querer
Você não vai responder
Não vai dizer nada
Porque agora
Eu fiz sentido
Quando um dia disse
Que era o caminho
Agora eu cheguei
Mas não por você
Cheguei por mim
Quando suas palavras
Ora eram boas
Ora eram amargas
Ora queriam o bem
Ora gozavam da falta
Eu tirei o melhor
Demorei a entender
Que não era eu
Era você
E agora que tem lugar
Tem sentido
Você pergunta
Como é
Eu sei que não tem
Resposta
Porque você não quer
Saber
O que é
Quer saber
Quanto tempo ainda há
De mim
Para você
Descobriu
Que eu descobri
Sua farsa
Podia ter sido diferente
Eu queria
Mas você
Achou absurdo
Faz sentido
Eu querer você
Absurdo mesmo…

Demorei para entender

Padrão

coração partido

Vem

Me dá

O que você quer

 

Me dá

O que você finge

Querer dar

 

Me diz

O que sempre diz

E eu ouço

Acredito

 

Quando percebe

Que algo é

Ou algo foi

Ou não foi

 

Não tenho coragem

Olho e provoco

Digo sem dizer

 

Acabou

 

Não te quero mais

Não é ausência

Sem motivo…

 

É ausência

Sentida…

 

Do sentido que um dia eu quis

Acreditei de verdade

Que poderia ser

 

Esqueci

Que nunca houve

 

Sempre eu te amo

Para outro alguém

Eu ouvindo as histórias

Todas…

De todas…

 

E que sempre cabe mais um…

Ou que você sempre espera

Para a próxima

O amor perfeito

 

Mas eu entendi

Que eu sou

Apenas a passagem

O lugar

De espera

 

Que nunca fica

Sempre passa

 

E agora eu escolho

Partir

 

Você já partiu

Então

Eu parto

De mim

De nós

Do que nunca será

Meu bem…

Menti para você

Padrão

SONHOS

Sonhei com você
Já é a segunda ou terceira vez
Só nesta semana

Me esquivei no primeiro
Fingi
Fugi
Me desenganei
Mas acordei
Lembrei de você

Depois
Você
Sendo você
No meu sonho
Mas na verdade
Você só é

Você é no meu sonho
O que eu quero
Na exata medida
Exato sabor
Exata sensação
Exato tudo

Os sonhos não mentem

Te quero
Mas escolho o silêncio
Que assim
Tem espaço para você

E só assim
Para você vir
Ser
E me oferecer
O que eu quero
Eu sempre quis
Eu sempre soube

Agora
Escrevo
Me preparo
Para dormir

Por favor
Vem me ver….

Eu te espero
Em meus sonhos

Tentei entender

Padrão

ENTENDER

Nunca sei
O que você quer
Me dizer

O que você quer
Comigo

O que você quer
De mim

O que você quer…

Eu tentei
Eu já li
Nas linhas
Entrelinhas
No não dito
No subjetivo

Procurei nos dicionários
Falei com sábios
Falei com guias
Falei com Freud

Me disseram
Que é assim mesmo
E que é obvio
Está claro
Bem na minha cara…

Suspiro
Procuro ar
Mas os pulmões
Foram maltratados
Não podem ajudar

Tento enxergar
O grau não lê
Bula de remédio

Saio com o carro
Gasolina na reserva…

Esse é o obvio
Do não dito
Não entendido
Não manifesto

O óbvio
É o seu lugar

O meu lugar.

Pode entrar

Padrão

podeentrar

Te esperei
Fingi que não
Que era normal
Um dia qualquer

Você disfarçou
Também era igual

Não acreditava
Na sorte grande
Daquelas que nunca batem
Na nossa porta

Achou que era um engano
Uma maldade
Um desencaixe

Mas depois
Se deu conta
Que era verdade

Te esperei
Não uma vida
Mas algumas decepções
Me fizeram desacreditar
Nem mais ousar
Desejar
O que há para a vida
Lá fora

Mas você aceitou
Anotou telefone
Confirmou endereço
Aceitou o convite

Pode subir
Seja bem vindo
Eu vejo você

Você me vê
Você me ouve
Você entende
Você  respeita
Você  aceita

Eu te aceito também.

Coração partidinho

Padrão

Menina coração sangrando_thumb

Sabe

Eu sei

As vezes finjo

Que não
Me importo
Vejo
Interesso
Compreendo
Ouvi
Li
Recebi…

Eu sei

Sei que está
Chegando ao fim

Esse dia
Já é visto
Com lua no céu
Hora no relógio
Data no calendário

E de novo
Eu finjo
Que não vai doer
Não vou me importar
Não vou chorar
Não vou lembrar

Mas hoje
Meu coração
Me diz que eu preciso
Ser forte
Não posso hesitar
Como a certeza da vida
É a morte

Sua mala
Já está pronta
Seu novo amor
Te espera

E você
Partirá

Eu já me preparo
E parto
Meu coração
Em pedaços.