Toca Raul

Padrão

TOCA RAUL

Onde foi que eu achei essa música mesmo?

Anúncios

Não, né?

Padrão

black heard
Não é para esperar nada

De você eu já sei o que vai ser

Dessa história
Eu queria
Mas demorei para entender
Que eu queria colocar a história
Na pessoa errada

Porque você não é
Nunca foi
Nunca vai ser
Porque simplesmente
É pouco

Eu finjo que não sei
Que não vejo
Não me importo

Mas na verdade
Eu não quero

Porque é pouco

A sua ganância é falta
A sua reclamação é chata
Sua discussão e certeza
São furadas

E eu finjo
Que não vejo
E que me importo

Me importei sim
Acreditei sim
Quis para valer
Sim…

Mas você
Me deu pouco
E agora
Eu me dei conta
Você me deu tudo
E o seu tudo
É pouco demais
Para mim…

Tempestade de mim

Padrão

tempestade

Da encruzilhada
Sentei
Parei com todo o meu cansaço
Toda a minha tristeza
Com todas as minhas malas
Sentei

E a chuva era forte
O vento maltratava
Deixei a chuva lavar
O vento levar
Mas não era isso
Não se tratava de nada disso

Eu não conseguia decidir
Qual direção seguir
Qual lugar ocupar
Eu não conseguia mais ver sentido em nada

Quando te disse que as palavras perderam a cor
A comida perdeu o gosto
Levantar da cama era penoso

Eu queria dizer isso
Do lugar que nunca houve de haver
Da verdade que nunca apareceu
Das mentiras que eu carrego na mala
Dos desejos que eu não sei mais de quem são

Eu esqueci que gosto tem
Que cor tem
Que concordâncias ou sons
Do que se trata a vida

De fingir estar bem todo o tempo
De sorrir para cada pessoa na rua
De olhar para baixo
Procurar uma direção
De querer um sentido

Lembrei
Estou parada na encruzilhada
Se alguns moram por aqui
Serão eles a me mostrar a direção?
Serão eles o que me ajudarão?

Será que sou digna dessa ajuda?

Lixo

Padrão

lixo

Sinto muito
Ninguém vai te pegar no colo
Ninguém vai cuidar de você
E dizer que a vida vai melhorar

Ninguém vai apoiar seus sonhos
Para piorar as coisas
Ainda vão fazer você escolher errado
Porque as suas escolhas são lixo

Sim
Não só a roupa que você está escolhendo
É a mais feia e não combina com você
Mas tudo o que você toca vira lixo

E assim você vai crescer
Acreditando que seu cabelo é um lixo
Seu corpo é um lixo
Suas escolhas são um lixo
E você só serve para fazer
Suprir e obedecer o que te mandarem

Qualquer pessoa que mandar em você
Qualquer conhecido ou desconhecido
Qualquer um tem mais valor e sabedoria
Mais entendimento e poder que você
Sobre a sua vida e as suas escolhas

Você nasceu apenas para preencher um buraco
Ser uma desculpa
Ser alguma coisa
Mas não era para você viver

Mas você acabou nascendo
E esse plano não estava nos planos

A intenção era só separar

Mas você nasceu
E atrapalhou todos os outros planos

E desde então você é isso
Um atrapalho na vida
Um lixo no meio do caminho
Que ninguém tem coragem de colocar para fora

E enquanto isso
A vida está passando
E o único desejo
É que o fim se aproxime
Para que no final das contas
Esse coração possa parar de sangrar de vez.

Póstumo

Padrão

janela 1

Bate
Mas bate com força
Bate com toda a sua força
Porque eu não sinto mais

Faz
Mas faz bem feito
Daqueles que a gente se orgulha depois
Porque agora
O que está posto está uma droga

Se esforce mais
Porque de ficar sem ar
De sentir o coração gelado
De sentir a dor infinita da traição
Tudo isso já não tem cor e nem gosto
Tudo isso perdeu o sentido

De agora em diante
Você vai ter que fazer muito melhor

E cuidado
Pois ao abrir a porta
Se fizer além do permitido
A janela será a rota de fuga

Sem pedágio
Sem chance de volta
Sem pára-quedas

Me disseram que isso é liberdade
E fez sentido enfim
Deixar cheques assinados
Estourar a conta do banco
Dar o último beijo
E dizer eu te amo para a pessoa errada

Assim jaz o que um dia houve
E agora não há mais
Da dor infinita
Que transborda e perturba
Da vida que se esgotou
E agora é saudade.

Boca seca

Padrão

tristeza-Livres-de-todo-Mal

Sono
Esse gosto estranho na boca
E não lembrar do que aconteceu ontem

Mas não é ressaca
Não são as drogas
Elas apenas dão entender
Mas não dizem respeito
E não afirmam nada

Elas apenas embotam
Deslocam
Desencaixam
Fazem anestesiar

E hoje você cutucou
Me perguntou o que era
Óbvio demais para qualquer um

Mas estúpido demais para mim

Eu tinha me esquecido
Parei de pensar
Pare de olhar

Eu já tinha sido provocada
Mas achei que era besteira

E aconteceu de novo

Agora eu fico aqui
Sentada e alheia
Olhando para o redor
Procurando vestígios
Detalhes do que eu esqueci
De que era a vida

Do que um dia foi esse lugar
Do que era realmente para ser

Mas agora tanto faz
Você decidiu
Você me disse

A verdade é que você acertou

Agora
Eu vou voltar para casa.