Toca (de novo) Raul

Padrão

CRIANÇA-OUVINDO-RÁDIO

Saudades dessa época…

Anúncios

Estou chegando

Padrão

ante_o_ceu_estrelado_looking

Abri a porta

Estava lá
Desta vez
No reencontro
No sorriso maroto
Na nostalgia
Da história que houve
E acabou….

Agora
Na ponta do dedo
Item a item
Peça a peça

Um dia de cada vez

Agora é aqui

Eu escolho apreciar
Sentar no chão
Ver as estrelas

Eu te convido
E muito breve

Te prometo

Voltaremos a nos encontrar

E te darei o céu
Meu maior amor
Minha vida
Meu tudo

Paciência
Quase está na hora

Por enquanto
Guarde nosso segredo
Em nossos corações…

Eu estou voltando para casa
Estou
Voltando para você

Para meus amigos

Padrão

los-amigos-se-preocupan-por-ti
Há um certo tempo, eu estou ausente.

Ausente dos lugares
Ausente das convivências
Das mesas de cafés
Das mesas de bares
De todos os lugares

Algumas coisas aconteceram
Durante os últimos anos
A vida me fez mudar
Desmudar
Passar por algumas fases

Algumas foram boas
Outras quase foram o fim

No silêncio
Eu fiquei procurando lugares
Sentidos e motivos
Sensações, razões
O que pudesse me fazer entender
Me pudesse fazer compreender

E sem me dar conta
Fui tragada
Para uma vida
Silenciosa
Misteriosa
Mas acima de tudo
Ausente

Esqueci de olhar para fora
Esqueci de ser eu mesma
Esqueci de quem valia a pena
De quem de alguma maneira
Ainda mandava mensagens
Que ainda se importava
E queria me ter por perto

Custei a acreditar
Que de alguma maneira
Isso pudesse ser verdade

Mas agora
Me dou conta
Que sim

E peço desculpas
Pelo meu silêncio
Pelo meu mau humor
Pela minha ressaca moral
Pela minha tristeza
Por minhas tentativas de ir embora

Peço desculpas
Pela minha ausência
Pela minha falta de tempo
Pela minhas esquivas

Mas acima de tudo
Por de alguma maneira
Não ter feito
Permitido e autorizado
Você
Continuar fazendo parte da minha vida

E se ainda houver tempo
Lugar e valor

Te peço
Mais uma chance…

Você me aceita de volta?

São para você 

Padrão

voce.png

Escrevo
Estas palavras
Todo dia
Essas palavras

Esperando
Fingindo
Acreditando
Desejando
Evitando

Mas no fundo
Sim….

São para você

Que pode decifrar
O segredo
O não dito
O encoberto

Dos rastros
Da lógica

Da falta que há em mim
Por você

Imagino
Você lendo
Se dando conta
Do que é obvio

São suas
Minhas palavras
Meu tempo
Meu coração
Meu respirar
Minha vida…

Mas
Não custa
Enlouquecer
Todo dia mais

De esperar
Acreditar
Que agora você sabe
Agora você entende
Agora você consegue

Você finalmente
Aceita meu amor
Por você

Dos encaixes e metades

Padrão

CAFÉ PELA METADE

Era você
Do começo
Ao fim

Era você
Quando eu não
Quando eu

E mesmo assim
Você
Esperou
Quieto

Respeitou minha loucura
Meu desencaixe
Minhas fugas
Todas minhas tentativas
A minha morte
E finalmente
Minha vida

Quando olho
Quando digo
Quando só tento
Mesmo sem saber

É você
Do começo
Ao nosso encontro
Ao nosso encaixe
Ao que é
Por que você soube
E aceitou
A metade do que é
Metade do que há
Metade
Das metades
Partidas
Quebradas
Borradas
Rasgadas
Largadas

Era você
Para mim

Hoje
Inteiro
De mim
Há de ser
Você

Fé de volta

Padrão

UMBANDA.jpg

Quanto tempo se passou

Perdi a conta
A noção
Deixei lá atrás

Parti na carroça

Segui o caminho

Deixei as lembranças
O relógio
A saudade
A roupa branca
De lado…

Guardei
Mas esqueci

E novamente
Ouço
O chamado
A voz
De quem me cuidou

De quem me levou
De quem me deu guarita
Mesmo eu dando as costas

E sei
Que vocês voltam
Me deixam voltar
Me deixam entrar
Me deixam
Vestir

E eu me ajoelho
Reverencio
Olho para cima
Agradeço

Foi pouco tempo
Em meu coração
A eternidade

Mas amor esse
Que o reencontro
Faz esquecer tempo
Saudade
Maldade
Sacrifício
Desespero

Eu quase fui
Dessa vez eu quase

Mas me estenderam as mãos
Me deram colo
Beijaram minha testa
E eu adormeci

Duas vezes….

Agora
É hora de despertar

Abrir a porta
Abrir a janela
Deixar o novo vento
O novo ar
O novo sol

Entrar

Na vida que é nova…