Pode entrar

Padrão

podeentrar

Te esperei
Fingi que não
Que era normal
Um dia qualquer

Você disfarçou
Também era igual

Não acreditava
Na sorte grande
Daquelas que nunca batem
Na nossa porta

Achou que era um engano
Uma maldade
Um desencaixe

Mas depois
Se deu conta
Que era verdade

Te esperei
Não uma vida
Mas algumas decepções
Me fizeram desacreditar
Nem mais ousar
Desejar
O que há para a vida
Lá fora

Mas você aceitou
Anotou telefone
Confirmou endereço
Aceitou o convite

Pode subir
Seja bem vindo
Eu vejo você

Você me vê
Você me ouve
Você entende
Você  respeita
Você  aceita

Eu te aceito também.

Anúncios

Vidinha minha

Padrão

chave casa

Avisei que ia lá rapidinho

Me dei um tapa na testa

Briguei comigo

Que burra…
Pedindo para entrar
No que é meu

Ai lembrei
Que essa é vida

E está em transição

Para entrar e começar
No lugar que tem de ser

Fui lá
Peguei a chave reserva

E escolhi
A partir de hoje
Ir a hora que eu quiser

Trocar o miolo

E daqui pra frente

Só entra quem eu autorizar
No lar
Na vida
No pensamento
No amor…

Devaneios

Padrão

fumaca-de-cores-nas-maos-b254c_thumb

Que esse leve

Esse dia de olhar por si

O vento bate no meu rosto
O sol aquece minha pele

Eu vejo
Minhas mãos
Elas tocam
Elas caminham
Elas podem ver
Me mostrar o longe
As histórias

Com ou sem
Sou eu

Olho o céu
O azul
O sereno
O pleno

Do que busquei
Acreditei
Desejei

Hoje
Eu só quero esse sol
Minhas mãos que desvendam mistérios

Quero brincar
Quero brindar
Eu vou….

Eu vou lá
Sem rumo
Sem certeza

Mas quando houve de haver um dia?
Certeza?
Clareza?

Eu vou…

Do que ficou

Padrão

MEU AMOR

Olho ao redor
Tento compreender
Talvez ser
O que houve
Essa mudança boa

Quando olho ao redor
Eu procuro
Mas na verdade
Eu não quero mais não

Eu quero

O simples

O que cabe na mala
O que cabe no porta malas
O que cabe no meu coração

Dessa vida
Eu quero meus pulmões
Cheios de ar
Cheios de vida
Cheios de sol

Eu vou lá
Dar uma volta lá fora
Sem hora para voltar

Eu vou lá…
Eu volto

Eu sempre volto…

Menina

Padrão

meninalinda

Eu queria tanto ter dito
Na verdade
Eu só percebi agora
Esses dias

Como você é incrível
Como você foi incrível

Como eu sinto sua falta…

Lembra quando você sonhava?
Lembra que você acreditava
E foi lá
Fez acontecer
Quebrou paradigmas
Foi longe…

Interessante perceber
Que você foi longe demais

E faz muito sentido

Porque hoje
As feridas ficaram
Sangram e maltrataram

Fiquei tanto tempo
Escondendo elas
Cuidando delas

Esqueci de você
Do que você me deu
Do que eu sou

Menina
Como eu te reverencio
Eu agradeço
Peço por favor
Que se eu merecer

Volte…
Deixe eu te dar uma segunda chance
Vem viver essa vida
Que é sua por direito…

Vem…
Estou te esperando ….

Sério

Padrão

eclipse

Hoje o dia não amanheceu
O sol não veio dizer bom dia

A vida esqueceu de vir

Ontem ficou preso
Está aqui para sempre
Entre nós

O dia de hoje não chegou

Esqueceu de vir
Esqueceu que tinha que vir

Talvez tenha ficado por lá
Sabendo que hoje não faria sentido
Hoje não teria lugar
Não teria por quê…

Talvez tenha percebido
Que há tempos não é
Então um dia a mas ou um dia a menos
Tanto faz

A vida não é vivida mais mesmo
Então
Um dia a mais ou um dia a menos

Que diferença faz?

Sentido a palavra

Padrão

morte passagem
Hoje falaram uma palavra

Daquelas que ouvimos diariamente

Corriqueiramente

Quase cotidianamente

Mas
O que houve de ser diferente
Hoje
Ela foi dita
Para mim…

E na minha referência
No meu lugar
No meu sentido

Ela caiu
Como a verdade
Que eu esperei
Pela vida inteira

Da verdade
Do que eu queria ter
Eu mesma queira ter escolhido

Mas a sabedoria
É muito maior
E compreendi
Que essas regras
Deste jogo
Eu sou apenas mais uma

E eu não tenho
O controle de nada

Nem do que eu achava que era meu

Porque descobri
Que na hora de ir
Não tem perguntas
Não tem motivo

A hora chega

E você simplesmente
Vai…