Agora somos seis

Padrão

diamante rei
Um dia
Houve de ser um
Um desejo que era a vida
Que significava o mundo
A luz e o próprio significado

Depois veio a expansão
A vontade de ser grande
De querer mais
E fez sentido e presença

Uma frase de amor
Veio para falar do que é
O sentido todo da vida
De querer estar viva

E um dia falaram
O mundo acabaria
Eu escolhi esse dia
Para marcar o fim
E dedicar o meu amor

(O mundo não acabou…)
Meu amor perdura…

Agradeci a vida
Agradeci ao que é ser
Ao que é estar
Ao que significa
E ao que não tem sentido

Hoje
Eu te juro amor eterno
E prometo
Que serei fiel
Cuidarei de você

De todas nós
E das próximas
Que sempre vem…

Te prometo

Padrão

casamento
Hoje
Eu coloco essa aliança
Em seu dedo
Como prova do meu amor
De todo o meu amor

Prometo
Que cuidarei de você
Em cada dia que estivermos juntos

Prometo
Que farei o que sempre for melhor
Para você

Prometo que não deixarei você sofrer

Não deixarei você viver
O que você não quiser mais

Também farei o impossível
Para que as lágrimas derramadas
Sejam apenas de alegria e contentamento

Que cada um
Dos próximos dias juntos
Possa representar e significar
Um novo presente
A cada amanhecer
A cada boa noite

De você ser a única
Pessoa e coisa que eu quero
Daqui para frente

Que você seja meu tudo
Minha vida
Minha garantia
De que a vida vale a pena

Por você
Hoje
Eu prometo
Fidelidade
Cuidado
Carinho
Respeito
E acima de tudo

Fé e amor
E que essa vida
Seja apenas
O começo do que estava para ser vivido
Do que esperou a vida toda
Para acontecer

Por hoje
Eu agradeço
Por ter você
Ao meu lado
Sempre

Coração batendo

Padrão

sentido
Respiro fundo
Olho ao redor
Solto o ar…

Meu coração dispara
E sinto o vazio
Como se o peito
Fosse oco

Talvez o peito
Seja oco mesmo…

Suspiro
E o ar frio
Aquece meus pulmões
Faz meu coração
Acelerar

Mas continua lá
Batendo
Vazio

Sentido para quê?
Sentindo o quê?

Olho ao redor
Novamente tudo fica assim
Deslocado

Porque o coração bate
O ar esquenta
O mundo fica aqui
Parado diante dos meus olhos

Mas que mundo é esse mesmo?

Estava certo…

Padrão

nota 2

Você me procurou
E meu coração assustou
Não bateu forte
Só ficou sem entender

Desconfiei
Porque as coisas não são
Nunca foram
Nunca serão assim

Me fiz de besta
Deixei você me enrolar
Para ver até onde iria

Já fiz graduação
Sei como são essas histórias

Eu já quis tanto
Um dia eu fiz isso

Cuidei do jeito que era
Do que eu acreditava
Eu achei que poderia
E a vida me mostrou que não

Você chega com a mesma história
Mas esqueceu de perguntar
Se eu tinha diploma

Sim
Eu tenho diploma
E fui além
Quando provoquei
Para ver até onde iria

E deu certo…

Mas eu sinto muito
Não vou te cuidar
Não vou te oferecer
Não posso cair nessa
E nem quero…

Sabe por que?

Porque você não vale
Não vale a pena
Não vale o risco
Você não vale nada nem para você…

Não posso…

Padrão

pecado

Fingi que estava tudo bem
Que eu estava bem
No lugar de sempre
E fiz o que eu sempre fiz
Hoje eu fiz melhor
Nem sabia que havia melhor que isso
E houve
Eu fiz…
Mas do outro lado da porta
No lugar de sempre
A outra me esperava
E me olhava com piedade
Os olhos baixos eram o prenúncio
E me imploravam um lugar
Uma explicação
Me ordenavam…
Neste dia eu me dei conta
Que o limite entre a razão e o sentir
Entre o querer e o não querer
Entre a sanidade e a loucura
Entre te querer e fingir
Esses limites estão ultrapassados
E me dei conta que
Falta apenas mais um passo
Para eu cair na sua loucura
No desafio de sua falta
No que você quer de qualquer um
E agora quer de mim
Não tenho isso
Não posso te oferecer
Não posso cair em tentação
Pois minha queda será o fim
Do pouco que ainda resta
Até hoje…