Coisa do destino

Padrão

inferno.pngVocê mandou uma mensagem
Meu coração sempre acelera
Parece que vai sair pela boca

Por um instante
Tudo o que foi
Passa diante dos meus olhos

Me lembro
De tudo o que você ajudou a matar
Dentro de mim

Matou
Para depois pegar para você

Mas você nunca poderia ter
O que era de outra pessoa

Mas mesmo assim
Achou que poderia ser seu

Acolheu
Ouviu
Encobriu
Escancarou
Matou

E quis me oferecer consolo
Amizade e algo mais
Disse não…

Você nem esperou
A cerimônia fúnebre
Para oferecer seu amor

E sangrou

Cicatrizou

E você mandou mensagem
Achou meu telefone por ai

E voltou
Das profundezas do inferno
Para me atormentar.

Anúncios

Faz tempo…

Padrão

Portaentreaberta.jpgEntrei sem bater
Abri a porta lentamente
Para não assustar
Quem estava lá dentro…

De mansinho fui entrando
E olhei tudo ao redor…

Muita poeira e palavras
Que ficaram guardadas
Para alguém
Que eu sei que nunca vai ler…

Me percebi
Longe
Distante
Alheia
Ausente

E agora
Bateu a saudade

Acho que já está na hora
De voltar…

O inverno está chegando
E com ele
Tudo o que sempre é
E que nunca fui…

Então
Faremos a morada
O lugar
Daremos lugar
As palavras
Que ficaram na garganta
As lágrimas que não caíram
As lembranças que morreram
O que nunca foi
E nuca será.

Esgotaram-se

Padrão

Walk_Away_by_Gilraen_Taralom

As palavras
Silenciaram

O coração
Parou de bater

Anestesiada
Da vida
Que nunca houve

Como se estivesse
Esperando
O prenúncio
Do que era sabido
Óbvio
Mas nunca dito

Daquelas coisas
Que todos caminham
Mas que não querem chegar

Das vezes que procurei só
E me salvaram
Da queda

Agora
Não posso salvar
Nem diminuir a dor

Não tenho coragem
Não posso falar

Muito menos
Dizer
Que sei….

Agora a verdade
Do segredo
Que é
Me engole

Agora
O vazio
É nosso

O medo
Nos faz companhia
Na calada da noite

O tempo
Agora
Ele está no comando
E nos dirá
Até quando…